sexta-feira, dezembro 09, 2016

Mural de feitos relevantes do Inter terá homenagem à Chapecoense

Foto: Fabrício Falkowski 
O mural de feitos relevantes do Inter terá uma homenagem à Chapecoense. Nesta sexta-feira, a quarta peça de arte começou a ser pintada no Centro de Eventos e lembrará os 10 anos da conquista do Mundial de Clubes e estará acompanhada das figuras do Saci, símbolo do Colorado, e do Índio Condá, que representa o time catarinense. A obra deverá ser concluída até 16 de dezembro. 
Através do grafite, o Inter decidiu usar as paredes do Centro de Evento para destacar as principais conquistas da sua história. Já foram feitas pinturas em homenagem aos 40 anos do Brasileirão, ao octacampeonato gaúcho e aos 10 anos da primeira Libertaadores da América. A assinatura da obra fica por conta dos grafiteiros Lucas Anão e Erick Citron.(Correio do Povo)

Homem é preso por violência doméstica em Ibirubá

Foto:Portal da Gazeta
Policiais da Delegacia de Polícia (DP) de Ibirubá, prenderam na manhã desta sexta-feira (09), naquele município, um homem de 27 anos, contra o qual existia mandado de prisão preventiva pelo delito de desobediência, nos termos da Lei Maria da Penha. 
Segundo a delegada Dina Rosa Aroldi, o fato teria ocorrido contra sua ex companheira no dia 06/11/2016. O indivíduo foi encaminhado ao Presídio de Espumoso.(DP de Ibirubá)

ANS suspende comercialização de 69 planos de saúde

Foto: André Ávila 
A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) suspende, a partir dedesta sexta-feira, a comercialização de 69 planos de saúde de 11 operadoras em razão de reclamações sobre a cobertura assistencial, como negativas e demora no tendimento. A medida faz parte do Programa de Monitoramento da Garantia de Atendimento.
Resultados
No período de 1º de julho a 30 de setembro deste ano, a ANS recebeu 16.043 reclamações de natureza assistencial em seus canais de atendimento. Desse total, 13.956 queixas foram consideradas para análise. São excluídas reclamações de operadoras que estão em portabilidade de carências, liquidação extrajudicial ou em processo de alienação de carteira.
No universo avaliado, 90,4% das reclamações foram resolvidas via Notificação de Intermediação Preliminar.
Os 69 planos de saúde suspensos, juntos, somam cerca de 692 mil beneficiários. Estes clientes, de acordo com a agência, continuam a ter a assistência regular a que têm direito e ficam protegidos com a medida, uma vez que as operadoras terão que resolver os problemas assistenciais para que possam receber novos beneficiários.
Das 11 operadoras com planos suspensos, uma já tinha planos suspensos no período anterior e dez não constavam na última lista de suspensões. Paralelamente, oito operadoras poderão voltar a comercializar 22 produtos que estavam impedidos de serem vendidos. "Isso acontece quando há comprovada melhoria no atendimento aos beneficiários. Das oito operadoras, sete foram liberadas para voltar a comercializar todos os produtos que estavam suspensos, e uma teve reativação parcial", informou a ANS.
A suspensão dos planos é preventiva e perdura até a divulgação do próximo ciclo. Além de terem a comercialização suspensa, as operadoras que negaram indevidamente cobertura podem receber multa que varia de R$ 80 mil a R$ 250 mil.(Correio do Povo)

Brasil envia medicamentos e vacinas ao Haiti

Foto:Divulgação
O governo brasileiro enviou ao Haiti mais de 18 mil unidades de medicamentos, testes rápidos para HIV, materiais de uso hospitalar e cerca de 4 mil doses de vacina contra a cólera. A informação foi divulgada nesta sexta-feira pelo Ministério das Relações Exteriores.
De acordo com a pasta, as doações seguiram em avião da Força Aérea Brasileira que partiu do Rio de Janeiro na quinta-feira, transportando militares para o rodízio do Batalhão Brasileiro de Infantaria de Força de Paz que integra a Missão das Nações Unidas para a Estabilização no Haiti.
Segundo o Itamaraty, os donativos são parte da cooperação brasileira com o Haiti e foram enviados ao país em razão da passagem do furacão Matthew em outubro passado. "A nova doação integra a resposta humanitária do governo brasileiro a essa catástrofe socioambiental, que já contou com doações financeiras no total de US$ 400 mil ao Programa Mundial de Alimentos das Nações Unidas".
O envio dos medicamentos e insumos foi feito por meio de parceria entre os ministérios da Saúde, da Defesa e das Relações Exteriores.(Correio do Povo)

Raquete com rosto de Trump afasta maus espíritos no Japão

Foto: Kazuhiro Nogi
A empresa japonesa Kyugetsu decidiu fazer com o rosto do presidente eleito americano, Donald Trump, a tradicional raquete com a qual os japoneses afastam os maus espíritos para começar o ano com boa sorte. O magnata multimilionário está entre os rostos de celebridades que adornam sua coleção especial de hagoita, uma espécie de mata-moscas para esmagar metaforicamente a má sorte e os maus espíritos antes do ano novo.
Estas raquetes de madeira, que por um tempo foram utilizadas em um esporte similar ao badminton chamado hanetsuki, são pintadas geralmente com o rosto de atores famosos da ópera japonesa Kabuki, e podem ser encontradas em muitos lares como símbolo de boa sorte. A Kyugetsu, também especializada em bonecas tradicionais, decidiu incluir o rosto de Trump na coleção de hagoita deste ano.
Entre as 18 celebridades escolhidas também se encontra a primeira-ministra britânia, Theresa May, alguns atletas ganhadores de medalhas nos Jogos Olímpicos do Rio, a governadora de Tóquio, Yuriko Koike, o presidente da Nintendo Tatsumi Kimishim e o prêmio Nobel de Medicina Yoshinori Ohsumi. "Fui muito cuidadosa para garantir que os desenhos se pareciam com as pessoas representadas, e me esforcei principalmente em fazer de forma realista a compleição e a forma de seus rostos", explicou a desenhista Yukari Suga.
"O senhor Trump é muito popular", declarou o diretor-executivo da companhia, Hisatoshi Yokoyama. "Queremos esmagar a má sorte com ele e fazer um mundo melhor", disse. Outras empresa japonesa, Ogawa Studios, primeira fabricante nacional de máscaras de borracha, viu a demanda de sua versão de Trump aumentar desde sua vitória eleitoral, em novembro.(Correio do Povo)

Polícia britânica identifica 83 suspeitos de pedofilia no futebol

Foto: Marcos Santos
A polícia britânica anunciou nesta sexta-feira ter identificado "83 suspeitos em potencial" na investigação do escândalo de pedofilia que abala o futebol no Reino Unido. O Conselho Nacional dos Chefes de Polícia (NPCC), órgão que coordena as forças de polícia locais, não especificou se os "suspeitos em potencial" ainda exercem atividade no futebol, ou se ainda estão vivos, mas ressalta que existem "casos antigos".
A entidade também explicou que 98 clubes de futebol de diferentes níveis foram citados na investigação. Das 350 vítimas potenciais, que tinham de 7 a 20 anos no momento dos fatos, 98% são de sexo masculino. Os dados "revelam a extensão profundamente preocupante das agressões cometidas no meio do futebol", comentou um porta-voz da Sociedade Nacional de Prevenção da Crueldade contra Crianças (NSPCC). O escândalo estourou em novembro, com as revelações de Andy Woodward, ex-jogador do Crewe Alexandra, hoje com 43 anos, que relatou o pesadelo que viveu ao jornal The Guardian.
Desde então, mais de 20 jogadores, entre eles vários ex-integrantes da seleção inglesa, também saíram do silêncio para contar como foram agredidos por um treinador ou um olheiro quando eram crianças. A Federação Inglesa (FA) e os clubes ingleses são acusados de ter acobertado casos de pedofilia durante décadas.(Correio do Povo)

Holograma de Hugo Chávez caminha pelas ruas de Caracas

Foto: Twitter
Um holograma do falecido ex-presidente venezuelano Hugo Chávez caminhou pelas ruas de Caracas na quinta-feira à noite, dia em que o chavismo recordou o último discurso de seu líder antes da morte em 2013. Uma animação digitalizada de Chávez de perfil, caminhando, foi projetada a partir de um veículo em movimento sobre as fachadas de edifícios para simular o percurso pela zona Oeste e o Centro da capital.
"Um Chávez luminoso anda caminhando por Caracas", escreveu no Twitter o ministro da Comunicação e Informação, Ernesto Villegas, que promoveu a hashtag "#PlenoComoLaLunaLlena" (pleno como a lua cheia). O ministro divulgou na rede social vídeos e fotografias do trajeto, que terminou no Panteão Nacional, onde estão os restos mortais de Simón Bolívar e de muitos líderes da independência da Venezuela.
Os organizadores do evento utilizaram a técnica audiovisual do "video mapping", que projeta animações sobre superfícies arquitetônicas para gerar a ilusão do movimento. O governo do presidente Nicolás Maduro celebrou um dia de homenagens ao falecido governante, que batizou de "Dia do amor e lealdade a Chávez".
Em 8 de dezembro de 2012, em um discurso exibido na TV, Chávez se dirigiu pela última vez aos venezuelanos. Ele nomeou Maduro como sucessor, caso não conseguisse prosseguir na presidência por causa de sua doença, e citou uma convicção "firme, plena, irrevogável, absoluta e total".
Maduro enfrenta atualmente uma grave crise política e econômica, em meio a anúncios da oposição de retomar a ofensiva para afastá-lo do poder. Neste cenário, Maduro apela à figura de Chávez, prometendo conservar seu "legado".(Correio do Povo)

Inter emite nota e reitera que vai recorrer da decisão do STJD

Foto: Facebook
Após o procurador do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) arquivar a ação sobre a inscrição de zagueiro do Vitória, Victor Ramos, o Inter emitiu uma nota em seu site, nesta sexta-feira, informando que vai recorrer da decisão do órgão. O clube acredita que tem amplas provas documetais que amparam o processo.
Confira nota na íntegra:
"Em face da decisão da Procuradoria do Superior Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol (STJD), datada de ontem, optando pelo arquivamento do procedimento do SPORT CLUB INTERNACIONAL objetivando ver declarado irregular inscrição do atleta Victor Ramos Ferreira do ESPORTE CLUBE VITÓRIA, informamos que estamos desde já estudando as medidas recursais cabíveis a serem propostas nos próximos dias com vistas à reversão de tal decisão, haja vista o excelente direito e amplas provas documentais que amparam nossa interpelação jurídica.
Porto Alegre, 09 de dezembro de 2016.
Giovani Figueiredo Gazen
Vice-Presidente Jurídico"
O vice-presidente de assuntos jurídicos do Inter, Giovani Gazen, lamentou a decisão. “Reflete apenas um lamentável equívoco jurídico contra um direito do Inter calcado em provas. Não se ampararam nas provas cabais de má-fé do Vitória, que sequer foram analisadas”, disse.
O STJD oficiou na segunda-feira a CBF e o Vitória para que se manifestassem sobre possíveis irregularidades na inscrição do zagueiro Victor Ramos. A solicitação se deu porque o Inter ingressou com uma ação sobre a inscrição, já questionada pelo Bahia neste ano. Por meio do processo, o time baiano poderia perder pontos no Campeonato Brasileiro e o Inter, consequentemente, evitar o rebaixamento.(Correio do Povo)

Uruguaiana terá Parque Eólico dentro de 4 anos

Foto:Divulgação
Atualmente, conforme o Secretário, a empresa Epcor Energia, que já possui duas torres em operação em Uruguaiana uma no Carumbé e outra no Imbaá, instalará a terceira torre na localidade de Caiboaté. “Além dessa torre, outras duas torres serão implantadas no município em janeiro, por esta mesma empresa”, explica. O diretor da Epcor Energia, Nilo Quaresma, esteve reunido com Prestes Lopes e com o prefeito Luiz Augusto Schneider (PSDB) nesta semana, para anunciar as medidas. “Entre as torres já operando, temos uma que está fazendo a medição já há 14 meses, quando a exigência da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para participar de leiloes e de 36 meses. Uruguaiana deverá ter um parque eólico operando dentro de quatro a cinco anos, o que mudará a realidade econômica do município”, descata Prestes Lopes.
Outras duas empresas também possuem torres anemométricas operando no município, a Eletrosul e a Renobrax.(Portal Uruguaiana)

Prefeito reduz recursos da Educação em Uruguaiana

O prefeito de Uruguaiana, Luiz Augusto Schneider, garantiu na Justiça, a redução do percentual orçamentário destinado à Educação. O percentual que antes era de 35%, agora passa a ser de 25%. Schneider defende que 25% do orçamento é suficiente para garantir uma educação de qualidade. Os percentuais são especificados na Leio Orgânica do Município, a qual recebeu ação de inconstitucionalidade. (RedeJovemHits)

Piratini admite que só pacote não recupera Rio Grande do Sul

Foto: Guilherme Testa
Em encontro realizado nessa quinta-feira com jornalistas do Correio do Povo e da Rádio Guaíba, integrantes da cúpula do Palácio Piratini concordaram que, apesar do pacote de medidas enviado à Assembleia ser essencial, a crise financeira do Estado prosseguirá se a economia do Brasil não voltar a crescer. Formada pelo chefe da Casa Civil, Márcio Biolchi, e pelos secretários Carlos Búrigo (Governo), Luiz Antônio Bins (Fazenda), Cleber Benvegnú (Comunicação) e Cézar Schirmer (Segurança Público), a comitiva sabatinada pelos jornalistas apresentou argumentos e números que constituem a defesa de “ideias e propósitos” do pacote.
“Tínhamos uma projeção de que o Estado chegaria ao final de 2015 com um pequeno superávit e, em 2016, um resultado ainda um pouco melhor. Mas no ano passado a economia no país retrocedeu e este ano será ainda maior a queda”, declarou Bins. Segundo dados por ele apresentados, o Produto Interno Bruto (PIB) teve uma queda de 3,8% em 2015 e deve cair em cerca de 4% este ano. “Havia perspectiva de que continuasse crescendo 2,5% como em 2013 e 2014, o que é pouco, mas é crescimento”, disse Bins.
Búrigo afirma que a aprovação do pacote, em sua integralidade, é importante para a reestruturação das finanças, além de encaminhar o RS para a modernização. “O Estado que temos hoje é gigantesco, desorganizado, burocrático, executa atividades que não deveriam ser do Poder Público. Tem fundações que prestam serviços que poderiam ser feitos pelo mercado ou por um departamento de uma secretaria, com um custo menor”, descreveu.
Para o secretário de Governo, quando existe economia favorável, o Estado expande seus serviços. “Mas quando há crise, precisa diminuir suas despesas com gestão”, prosseguiu Búrigo.
"Estado é gastador e inoperante"
Durante a apresentação das ideias e propósitos do pacote do Executivo — formado por 16 projetos de lei e seis propostas de emenda à Constituição — o secretário de Segurança Pública, Cézar Schirmer (PMDB), contou que a avaliação do centro do governo é de que a estrutura pública no país está falida. “Com os estudos feitos em preparação a estes projetos, chegamos à conclusão de que o Poder Público no Brasil faliu”, disse.
Para ele, o Estado, como está estruturado é gastador, burocrático e inoperante. “Esvai seus recursos em desperdícios e, por vezes, em corrupção”, definiu. “As mudanças que estamos propondo são importantes para o futuro”, continuou.
O chefe da Casa Civil, Márcio Biolchi, afirmou que a urgência imposta ao trâmite dos projetos é necessária em decorrência da abrangência das medidas. “Não mandamos antes porque não tínhamos o conjunto total das medidas. Foram várias versões. Sem uma linha de corte para a votação, poderia haver uma discussão sem fim”, explicou.
Corte de isenções depende de estudo
Apesar de o projeto que prevê corte em até 30% nas isenções fiscais a empresas constar na extensa lista de medidas enviada pelo governo do Estado para a Assembleia, a proposta - se aprovada - não será implementada imediatamente. Isso porque, segundo o secretário-adjunto da Fazenda estadual, Luiz Antônio Bins, para que a medida seja efetivada, é preciso um estudo, por setor econômico, para que a sua execução não traga mais problemas para o Estado.
“No setor de aves e suínos, por exemplo, não se pode cortar nenhuma isenção, pois isso impediria a competitividade da área, que depende disso para concorrer com empresas de Santa Catarina e do Paraná”, disse.
A proposta de redução dos benefícios fiscais, junto com a antecipação do prazo do recolhimento do ICMS pela indústria, e a alteração no cálculo de repasses para os poderes Judiciário e Legislativo, agora pela arrecadação efetiva, são os contrapesos estabelecidos pelo Piratini para que o pacote não recaia apenas sobre os servidores públicos.(Correio do Povo)

PF investiga desvio de recursos em bolsas de estudo da Ufrgs

Foto: Cadinho Andrade
Uma operação, deflagrada na manhã desta sexta-feira pela Polícia Federal (PF), investiga o desvio de recursos de programas federais de incentivo à pesquisa no Rio Grande do Sul. De acordo com informações da PF, as irregularidades estariam relacionadas principalmente ao Projeto SUS Educador. A ofensiva, chamada de PHD, deve cumprir hoje seis mandados de prisão, dez de busca e apreensão e dois de condução coercitiva em Canoas, Pelotas e Porto Alegre.  O valor das iniciativas investigadas está em torno de R$ 99 milhões e a quantia desviada apurada, até o momento, é de aproximadamente R$ 5,8 milhões.
Iniciada há seis meses, a investigação revelou a atuação de associação criminosa que se utilizava da coordenação de projetos relacionados à área de Educação em Saúde da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs), com o objetivo de desviar recursos, em especial, do Programa de Extensão em Saúde Coletiva: Educação Continuada (PESC) e do Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva (PPGCOL). 
"Premiado" com título de mestre
Confome a PF, a fraude apurada consistia na inclusão de bolsistas sem qualquer vínculo com a Ufrgs para recebimento de valores de até R$ 6,2 mil, equivalente à Bolsa de Doutorado. Os valores eram passados em parte ou até mesmo em sua integralidade para coordenadores dos programas. Pagamentos de diárias e de Recibos de Pagamento Autônomo (RPAs) eram custeados de forma indevida, além de outras despesas. Pessoas indicadas pelos investigados eram as beneficiadas. 
Também ficou evidenciado o direcionamento de seleções, assim como um aluno que sequer frequentou o curso, não teve qualquer avaliação e mesmo assim recebeu o título de mestre. Os crimes identificados na Operação PhD são associação criminosa, estelionato, falsidade ideológica e inserção de dados falsos em sistema de informação.
A reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa da Ufrgs, que afirmou que a universidade ainda não está informada sobre a operação e o teor das investigações. A instituição só deve se pronunciar após tomar conhecimento do fato. (Correio do Povo)

Chefe de Polícia recebe alta após acidente que matou comissário em Rio Grande

Foto: Alina Souza
Depois de oito dias internado, o chefe de Polícia do Rio Grande do Sul, delegado Emerson Wendt, recebeu alta, nesta quinta-feira, da Associação de Caridade Santa Casa do Rio Grande, na Metade Sul. Ele sofreu fratura de costela em um acidente entre um carro e um caminhão ocorrido na quarta-feira retrasada na ERS 734. Na colisão, o comissário Rogério Luís Decarli acabou morrendo.
O grupo seguia para o Cassino após participar de uma cerimônia em homenagem à Marinha do Brasil. O delegado aposentado Carlos Joaquim Guedes Rezende e o inspetor Leonardo Grossini Monteiro permanecem com quadro estável de saúde, ainda em recuperação. Rezende previa receber alta, também hoje, e Monteiro teve de passar por uma segunda cirurgia. Não há previsão para que Wendt volte ao trabalho. Até lá, o subchefe de Polícia, delegado Leonel Carivalli, assume as funções de chefia.(Correio do Povo)

Justiça Federal nega pedido de habeas corpus para mulher de ex-governador do Rio de Janeiro

Foto: AE
A defesa da ex-primeira-dama Adriana Ancelmo tentou convencer a Justiça Federal de que não há motivos concretos para que ela permaneça presa, mas o desembargador Abel Gomes, do TRF (Tribunal Regional Federal), negou o pedido de liberdade e também o de prisão domiciliar.
No pedido de habeas corpus, os advogados afirmaram que a liberdade de Adriana não oferece risco à ordem pública, nem atrapalha a investigação e que, mesmo duas semanas depois da Operação Calicute, ela não deixou país ou se escondeu. Os advogados também tentaram a prisão domiciliar, justificando que ela tem filhos de 10 e 14 anos, que estariam desamparados, porque o pai, o ex-governador Sérgio Cabral, também está preso.
O desembargador justificou que a prisão de Adriana Ancelmo é necessária porque o crime de organização criminosa, como foi descrito pelo Ministério Público Federal, deve ser tratado com a gravidade determinada pela lei. Essa decisão será analisada e votada pelo colegiado de desembargadores na próxima quarta-feira (14).
Adriana é apontada pelos procuradores não apenas como beneficiária, mas como uma das principais responsáveis pelo esquema. Fotos da portaria do escritório da ex-primeira-dama mostram que Luiz Carlos Bezerra, ex-assessor de Sérgio Cabral, visitou o local pelo menos 19 vezes.
A ex-secretária de Adriana Ancelmo, Michele Thomaz, declarou que Bezerra entregava semanalmente no escritório até R$ 300 mil, em dinheiro, dentro de uma mochila. Mensagens mostram que Bezerra, apontado como operador financeiro do esquema, negociou pelo menos 16 vezes a entrega de mais de R$ 538 mil em espécie com Carlos Miranda, que fazia contatos com empreiteiras.
As mensagens de celular revelam, segundo os procuradores, as datas das entregas, os valores e como Adriana e Sérgio Cabral eram chamados. São várias as citações: ela, Adri ou Dri. Ele, BD, que seria “buldogue”.
Após dois dias detida no presídio Joaquim Ferreira, a ex-primeira dama do Estado do Rio, Adriana Ancelmo, recebeu apenas a visita de seus advogados. A informação é da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária. O órgão informou, também, que ela passa bem e se alimenta normalmente.
Adriana está em uma cela de seis metros quadrados. Nela, há um beliche de alvenaria, um dispositivo sanitário no chão, um chuveiro e uma pia. No momento, a unidade, que tem 18 vagas, é ocupadas por nove detentas.(O SUL)

Governo estuda liberar fatia do FGTS para trabalhador brasileiro pagar dívidas

Foto: Marcos Santos
A autorização do saque de uma parcela do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) para que trabalhadores possam quitar empréstimos com bancos está sendo estudada pelo governo Michel Temer para tentar acelerar a recuperação da economia brasileira.
Outra medida sob análise do Palácio do Planalto é a liberação de recursos que os grandes bancos depositam obrigatoriamente no Banco Central, os depósitos compulsórios, para usá-los no refinanciamento de dívidas de pessoas jurídicas e físicas.
As duas propostas, que ainda dependem de um acerto final entre Temer e o ministro Henrique Meirelles (Fazenda), buscam combater o que é visto como um dos principais entraves para a retomada do crescimento: o endividamento de empresas e consumidores.
Na avaliação da equipe econômica e do mercado, o País está demorando para sair da recessão por causa do elevado endividamento de empresas e consumidores, que estão passando por um processo de reestruturação de suas dívidas, mas que ainda não se completou.
Isso levou, segundo assessores presidenciais, a um travamento do mercado de crédito, não confirmando a expectativa inicial do governo de que o país voltaria a crescer já no fim deste ano. Segundo pesquisa da Serasa Experian, havia 59,3 milhões de inadimplentes no país em agosto, o que representa cerca de 40% da população acima de 18 anos.
Em relação ao FGTS, um assessor presidencial disse que a proposta seria uma ajuda às pessoas em dificuldades de pagar empréstimos, que têm taxas de juros elevadas, com um recurso que já é delas e rende menos (rotineiramente o rendimento é inferior à inflação).
Em outubro, o juro médio do cheque especial atingiu o maior patamar em mais de 20 anos (328,9% anuais). O do cartão de crédito, de 475,8%, está próximo do recorde.
A medida depende, por exemplo, do Conselho Curador do FGTS, órgão com representantes de trabalhadores, empregados e governo. Nesta semana, o conselho regulamentou o uso do Fundo como garantia de novos empréstimos, mas os bancos já informaram que não têm interesse nesse formato.
No caso da liberação do chamado depósito compulsório, interlocutores do presidente já conversaram com alguns representantes de bancos sobre a medida.
A ideia é que os bancos usem os recursos para que empresas e consumidores peguem empréstimos a juros mais baixos para quitar dívidas mais caras, abrindo espaço para que tenham condições de tomar mais crédito e fazer a economia girar.
A liberação de compulsório por meio de aplicação obrigatória em um tipo de crédito já foi usada, por exemplo, no início da gestão Dilma Rousseff. Na época, os bancos podiam fazer empréstimos para compra de veículos e descontavam o valor emprestado do compulsório. Agora, o dinheiro seria destinado, se a ideia for aprovada, para pagar dívidas.
As medidas já foram apresentadas ao presidente Temer, que ainda não bateu o martelo e mantém conversas com a equipe de Meirelles. Temer, contudo, deseja anunciar ainda neste ano um conjunto de medidas para mostrar que seu governo não está parado até que as reformas estruturais de médio e longo prazos tenham efeito sobre a economia do País.
A ideia de lançar as propostas ainda em 2016 tem ainda o objetivo de gerar uma agenda positiva, depois de semanas de crise política e até institucional, período em que Temer perdeu um ministro, Geddel Vieira Lima, e foi obrigado a negociar um acordo para contornar um conflito entre Senado e Judiciário.(O SUL)

Fui ordenada a mudar informe do voo da Chapecoense, diz funcionária boliviana

Foto: Raul Arboleda
Refugiada no Brasil, a boliviana funcionária da Administração de Aeroportos e Serviços Auxiliares à Navegação Aérea (Aasana) em Santa Cruz de la Sierra, publicou carta nesta quinta-feira em que afirma ter sofrido pressão de seus chefes para modificar o informe que tinha realizado para apontar irregularidades no voo que transportaria a Chapecoense. Celia Castedo garantiu ter feito cinco observações no plano de viagem da LaMia, companhia boliviana que transportava a equipe.
O conteúdo da carta foi divulgado na íntegra pelo jornal El Deber. No voo, realizado na madrugada de segunda para terça-feira da última semana, a aeronave não teve combustível suficiente para pousar em Medellín, na Colômbia, e caiu a poucos quilômetros da chegada. "Fui submetida a pressões e perseguições por parte dos meus superiores desde a manhã do dia 20, quando se começa tudo, sendo ordenado para mim modificar o conteúdo do informe que horas antes minha pessoa tinha apresentado internamente", escreveu.
Celia procurou refúgio em Corumbá (MS) por temer acusações e ameaças em seu país. O voo causou a morte de 71 pessoas, 19 delas jogadores da Chapecoense. O elenco fez escala em Santa Cruz de la Sierra, de onde partiu em avião fretado para o noroeste da Colômbia, onde jogaria a primeira partida da final da Copa Sul-Americana, contra o Atlético Nacional.
A funcionária afirmou que pelo cargo que ocupa, não tem autoridade para deter ou impedir a saída de aeronaves. "Devo esclarecer também que o carimbo e a minha assinatura estampadas no citado plano de voo representam um protocolo de recepção do documento", afirmou. Ela escreveu que a responsabilidade final sobre as viagens recai sob a Direção Geral da Aeronáutica Civil da Bolívia (DGAC).
Celia atribuiu a manutenção do relatório ao despachante Alex Quispe, uma das vítimas da queda. Segundo a funcionária, o colega lhe disse que a decisão foi tomada pelo capitão da aeronave. "Ficou demonstrada a intransigência da linha aérea para atender as observações feitas pela minha pessoa", disse.
A boliviana comentou que por ter sofrido pressões em seu país, como a presença obrigatória em uma audiência, pede à opinião pública que compreenda os motivos de ter fugido ao Brasil, onde pediu asilo. "Ao mesmo tempo, desejo expressar meus sentimentos de profunda dor e pesar aos familiares e amigos das vítimas do acidente aéreo do voo LMI2933", afirmou.(Correio do Povo)

Presentes da campanha Papai Noel dos Correios devem ser entregues no dia 15 para as crianças em Carazinho

Foto:Portal da Gazeta
Os presentes da campanha Papai Noel dos Correios deverá ser entregue no dia 15/12 pelos funcionários da agência de Carazinho.
Em entrevista para a Rádio Gazeta AM, o gerente dos correios, José Odil dos Santos, afirmou que os presentes estão sendo entregues pelos padrinhos e a previsão de recebê-los é até está sexta-feira, dia 09. Neste ano todas as mais de 250 cartinhas foram adotadas. Entre os presentes mais solicitados, destaque para bonecas, bicicletas e materiais escolares.
Neste ano, três escolas de Carazinho participam do projeto.(Emilio Arruda/Portal da Gazeta)

Jovem passa mal e perde o controle do veículo em Carazinho

Foto:Divulgação
Jovem passa mal e perde o controle do veículo em Carazinho. O fato aconteceu na Rua Marechal Floriano, na tarde desta quinta-feira (08). Segundo informações o jovem condutor de um veículo Corsa teria passado mal no volante e acabou perdendo o controle do veículo colidindo contra uma árvore e um muro. O condutor Rafael Marciano Homem, 27 anos, foi levado até o HCC, seu estado é estável. Ninguém mais ficou ferido no acidente.(Diário AM)

Zoológico do Canadá investiga morte por afogamento de pinguins

Foto:Divulgação
Um zoológico canadense anunciou que abriu uma investigação pelas misteriosas mortes por afogamento de sete pinguins de Humboldt.
"Esta é uma notícia devastadora", disse Jamie Dorgan, diretor de atendimento aos animais no Zoológico de Calgary, oeste do Canadá.
"Iniciamos uma investigação completa para que possamos tentar entender o que aconteceu e impedir que novos incidentes como este aconteçam de novo", completou.
Os pinguins foram encontrados mortos em sua área do zoológico. A equipe veterinária realizou exames de necropsia e determinou que as mortes foram provocadas por afogamento.
Vinte e dois pinguins de Humboldt viviam no zoológico, ao lado de outras três espécies de pinguins.(Isto é Dinheiro)

Superávit comercial da Alemanha cai a 20,5 bilhões de euros em outubro

Foto:Divulgação
A Alemanha teve superávit comercial de 20,5 bilhões de euros (US$ 21,8 bilhões) em outubro, menor que o superávit revisado a 21,1 bilhões de euros de setembro, segundo dados com ajustes sazonais publicados hoje pela agência de estatísticas do país, a Destatis. O resultado de outubro ficou um pouco abaixo da expectativa de economistas consultados pelo Wall Street Journal, que previam superávit de 21 bilhões de euros.
As exportações alemãs subiram 0,5% em outubro ante setembro, enquanto as importações avançaram em ritmo mais forte, de 1,3%, também no cálculo com ajustes.
No acumulado do ano até outubro, as exportações da Alemanha tiveram alta de 0,3% em relação ao mesmo período de 2015.
Ainda em outubro, a Alemanha registrou superávit em conta corrente de 18,4 bilhões de euros, menor que o saldo positivo previsto pelo mercado, de 21,7 bilhões de euros. (Dow Jones Newswires)

Banco da França reduz previsão de crescimento a 1,3% para 2016 e 2017

Foto:Divulgação
O Banco da França reduziu nesta sexta-feira a previsão de crescimento para o país a 1,3% para 2016 e 2017, assim como para 2018, quando a economia deve avançar 1,4%, uma consequência do cenário internacional.
"A projeção sofreu em especial pelas perspectivas da demanda externa para a França, que são menos favoráveis, especialmente pelo impacto do Brexit", destacou a instituição monetária em suas previsões semestrais.
Até agora, o Banco da França previa um crescimento do PIB de 1,4% este ano, 1,5% em 2017 e 1,6% em 2018. A revisão de queda para este ano e o próximo é "significativa", reconheceu a instituição.
No atual cenário, a economia francesa também não se beneficiaria mais plenamente dos efeitos positivos da queda do preço do petróleo, que estimulou nos últimos dois anos o poder aquisitivo das famílias.(Isto é Dinheiro)

Parlamento da Coreia do Sul aprova impeachment da presidente

Foto:Divulgação
O Parlamento da Coreia do Sul aprovou nesta sexta-feira a destituição da presidente Park Geun-Hye, envolvida em um escândalo de corrupção que paralisou durante meses o governo e provocou grandes manifestações em todo o país.
O impeachment, aprovado por 234 votos a favor e 56 contrários, transfere imediatamente os poderes de Park ao primeiro-ministro, à espera da sentença do Tribunal Constitucional, que deve ratificar ou invalidar a decisão parlamentar.
A definição pode demorar seis meses, período em que Park poderá permanecer na residência presidencial, a Casa Azul.
A situação pode prolongar a crise política.
"Tanto os que estão a favor como os que estão contra, todos os deputados, assim como o povo sul-coreano, devem sentir-se abatidos" declarou o presidente do Parlamento, Chung Se-Kyun.
A votação aconteceu enquanto centenas de pessoas protestavam nas proximidades do Parlamento para pedir o impeachment de Park.
"Espero que uma tragédia destas características em nossa história constitucional não se repita nunca mais", completou Chung.
Park, 64 anos, entra para a história como a primeira presidente sul-coreana eleita democraticamente a não concluir o mandato de cinco anos.
Um desenlace inesperado para a política, filha do ditador Park Chung-Hee, que fez campanha como uma candidata incorruptível, que não devia nada a ninguém e estava "casada com a nação".
O caso que abalou a política sul-coreana envolve Choi Soo-sil, confidente e amiga íntima da presidente, acusada de ter utilizado a relação para enriquecer e influenciar as decisões políticas.
Chamada de "Rasputina" pela imprensa, Choi Soon-sil foi detida em novembro e aguarda julgamento por coação e abuso de poder.
O processo de destituição é resultado de semanas de crise, durante as quais milhões de pessoas saíram às ruas para pedir aos partidos políticos o afastamento de Park.
A pressão da opinião pública foi fundamental para que um número suficiente de deputados do partido conservador da presidente, o Saenuri, decidissem apoiar a moção ao lado da oposição.
A corrupção na cúpula do poder tem sido um grande obstáculo para a democracia sul-coreana e o palácio presidencial não é exceção.
Desde as primeiras eleições livres em 1987, todos os presidentes foram objeto de investigações. O ex-presidente Roh Moo-Hyun cometeu suicídio durante a investigação de um caso de corrupção que envolvia sua família.
Em um país onde a classe política tem vínculos estreitos com o mundo empresarial, muitos parentes aproveitam para obter favores.
Park se apresentou como uma política diferente. Seu pai, Park Chung-Hee, governou a Coreia do Suk entre 1961 e 1979, quando foi assassinado. Cinco anos antes, em 1974, um atentado matou a sua mãe.
Afastada dos irmãos e sem filhos, Park era considerada imune ao nepotismo.
"Não tenho família nem filhos que vão herdar minhas propriedades (...) Quero me dedicar à nação e às pessoas", afirmou em um discurso de campanha em 2012.
A imagem de uma mulher rigorosa e abnegada encantou a base conservadora do partido governista Saenuri, especialmente os eleitores mais velhos, que a consideravam uma vitoriosa sobrevivente de uma tragédia pessoal.
Com tudo isto, a comoção provocada pelas revelações do caso foi ainda maior.
Os deputados também incluíram como motivo para apoiar a moção de destituição o papel de Park Geun-Hye após o naufrágio de uma balsa em 2014, tragédia em que morreram 304 pessoas, em sua maioria estudantes.
A gestão do governo após o acidente foi muito criticada e a imprensa questiona o motivo de Park ter demorado sete horas para convocar a primeira reunião do governo.(Isto é Dinheiro)

Professores estaduais entram em greve a partir da próxima terça-feira

Foto: Guilherme Testa
Os professores estaduais aprovaram greve contra o pacote de medidas para combater a crise financeira do Rio Grande do Sul anunciado pelo governador José Ivo Sartori. A paralisação começa na próxima terça-feira, dia 13 de dezembro, e deve se estender até a votação dos projetos na Assembleia Legislativa. A decisão foi tomada na tarde desta quinta-feira em assembleia realizada pelo Cpers em Porto Alegre. A greve já havia sido aprovada pelo conselho do sindicato na quarta-feira, mas foi levada para votação junto aos 42 núcleos que estiveram reunidos na Praça da Matriz. 
A paralisação foi deflagrada com o apoio da maioria, mas a decisão não foi unânime. Entre as medidas que a justificam, de acordo com a presidente do Cpers, Helenir Aguiar Schürer, está a afirmação de que será para resolver o problema financeiro do Estado, o que para ela não é verdadeira. Além disso, a dirigente citou a retirada do artigo 35 da Constituição Estadual, que garante o pagamento integral do salário dos servidores até o último dia do mês trabalhado, e a proposta do pagamento do 13º Salário. O pacote engloba mais de 40 medidas. 
A mobilização deve alterar novamente o calendário escolar, que já foi modificado pelas outras paralisações realizadas ao longo deste ano. A mais longa durou 54 dias. Segundo Helenir, os alunos correm o risco de ter que recuperar as aulas em janeiro ou até em março. A data ainda não foi definida. Os estudantes podem também não receber as notas desse ano letivo. “Se ele (Sartori) não quiser que a gente entre em greve, que retire o pacote. Estamos novamente sendo jogados para uma greve”, afirmou.
O governo do Estado, através da Secretaria Estadual de Educação, divulgou uma nota no final da tarde que avalia a greve como uma medida “equivocada e inoportuna”, já que o ano letivo se encerra no dia 23 deste mês. O texto ainda explica que o conjunto de medidas do pacote busca reverter, no médio e longo prazo, o cenário de déficits sucessivos dos últimos 40 anos e, por fim, diz acreditar que os professores estaduais encerrarão o ano letivo na data prevista, em respeito aos alunos e à comunidade escolar.
Além da greve, outras cinco propostas de mobilização também foram aprovadas na assembleia. Um ato estadual unificado, com servidores do Estado e comunidade escolar, foi marcado para o dia 13. Também serão realizados atos regionalizados de pressão aos deputados em conjunto com os servidores e a Praça da Matriz será ocupada.(Correio do Povo)

Instabilidade se espalha pelo RS nesta sexta

Foto: Joel Vargas 
O Rio Grande do Sul terá uma sexta-feira marcada por sol e nuvens. A Metade Norte terá um dia com amplos períodos de céu nublado e encoberto, e deve registrar chuva em diferentes pontos.
Na parte Central do Estado, incluindo Porto Alegre, o sol deve aparecer, mas terá a presença constante de nuvens no decorrer do dia. A temperatura prevista na Capital é de 18°C e 27°C.
Na região Sul e na Campanha, a sexta começa fria para esta época do ano e vai ter uma tarde bastante agradável.
Mínimas e Máximas
Caxias do Sul 15°C | 24°C
Pelotas 13°C | 25°C
Santana do Livramento 12°C | 27°C
Santiago 17°C | 28°C
Alegrete 19°C | 29°C
Uruguaiana 19°C | 30°C.(Correio do Povo)

Acidente entre um carro e dois caminhões deixa três mortos no Norte do RS

Foto: PRF
O acidente envolvendo um carro e dois caminhões deixou três mortos e dois feridos, nesta quinta-feira em Fontoura Xavier, no Norte do estado. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), um caminhão invadiu a pista contrária da BR 386 e o motorista de um Ford Del Rey não consegui desviar. Depois da primeira colisão, o carro rodou na pista e foi atingido por outro caminhão, sendo lançado em um açúde.
Um dos caminhoneiros parou no local e conseguiu tirar duas vítimas de dentro do veículo. O condutor e outros dois passageiros, contudo, ficaram presos no veículo e morreram antes da chegada do socorro. O motorista do outro caminhão fugiu do local. As duas vítimas salvas, uma criança e uma idosa, não correm risco de morte.(Correio do Povo)

Brasil tem quase 9 mil novos casos de chikungunya em apenas 4 semanas

Foto: Guilherme Testa
O Brasil registrou um aumento de 8.877 casos de chikungunya em quatro semanas, de acordo com dados apresentados nesta quinta-feira, pelo Ministério da Saúde. Até agora, foram contabilizados 259.928 casos da infecção, com 138 mortes suspeitas. O número é cerca de 10 vezes maior do que o que havia sido contabilizado no ano passado.
Os indicadores de dengue também subiram no último mês, mas de forma menos expressiva. Em cinco semanas, o salto foi de 17.585 casos, passado de 1458.355 para 1.475.940 infecções prováveis, com 601 mortes confirmadas.
Os números apresentados pelo Ministério da Saúde mostram que o comportamento da chikungunya é bem diferente do que foi registrado com a zika, doença que provocou neste ano 210.897 casos suspeitos. No caso da zika, houve uma explosão da epidemia nos primeiros meses do ano, com pico de casos registrados em março. A queda do número de casos, porém, veio quase tão rapidamente quanto a expansão. A partir de abril, os números começaram a cair de forma expressiva atingindo patamares pouco expressivos a partir de julho.
No caso da chikungunya, no entanto, a doença se mostrou muito mais persistente. Neste ano, os casos atingiram o ápice em fevereiro e até maio, embora uma queda tivesse sido registrada, o número de novos casos ainda era bastante significativo.
Até agora, foram identificados 16.763 casos prováveis de zika entre gestantes no Brasil. Desse total, 10.608 foram confirmados. A maior parte das gestantes reside nos Estados de São Paulo, Rio, Minas, Bahia e Mato Grosso. A confirmação de zika durante a gravidez, no entanto, não significa que os bebês nascerão com síndrome congênita provocada pela infecção. Não há ainda dados que indiquem qual o risco real de o bebê se contaminar pelo vírus durante a gestação e nascer com a síndrome.
O número de casos de microcefalia identificados até o momento indicam estabilidade. "Não registramos um aumento de nascimentos com bebês com a síndrome. Pelo contrário. Em comparação com números apresentados ano passado, houve uma redução significativa", afirmou Eduardo Hage, do departamento de Vigilância de Doenças Transmissíveis do Ministério da Saúde.
Até 26 de novembro, foram notificados 10.342 casos suspeitos, acumulados durante 2015 e 2016, em todo o País. De setembro a novembro, por exemplo, o número de casos suspeitos da má-formação subiram de 743 para 830 no Rio e de 696 para 820 em São Paulo. Um crescimento pequeno, sobretudo quando se leva em consideração a população em cada um desses dois Estados.(Correio do Povo)