sexta-feira, fevereiro 17, 2017

Justiça mantém interditado terceiro andar do Hospital Getúlio Vargas, em Sapucaia do Sul

Foto: Laira de Souza Sampaio
A Justiça decidiu manter interditado o terceiro andar do Hospital Getúlio Vargas, em Sapucaia do Sul, devido a irregularidades que causam risco aos pacientes. O espaço, onde funcionam a UTI, o bloco cirúrgico, a sala de recuperação e a internação psiquiátrica, foi interditado pelo Corpo de Bombeiros.
Os Bombeiros encontraram 21 irregularidades em fiscalização no terceiro andar do hospital. Conforme a instituição, há 109 internados no andar e não há leitos disponíveis na região metropolitana para a realocação dos pacientes.
O juiz Cristiano Vilhalba Flores, da Vara de Sapucaia do Sul, determinou uma série de medidas para a evacuação do espaço – entre elas, a proibição do ingresso de novos pacientes em qualquer um dos blocos do terceiro andar. Para os pacientes com possibilidade de locomoção, deverá ser apresentado, em cinco dias, um cronograma com a realocação para outras unidades dentro do hospital. Já os pacientes impossibilitados de remoção imediata poderão permanecer no local até que possam ser removidos, ou até que haja leitos disponíveis – no próprio hospital ou em outra instituição.
As medidas definidas pelo magistrado ficarão em vigor até que haja condições de que o terceiro andar permaneça em funcionamento. Ainda conforme o juiz, os Bombeiros devem priorizar o procedimento de regularização do PCCI do local. (Correio do Povo)

0 comentários: