• Cairoli reconhece insegurança e fala em mais policiais no RS

     Foto: Alina Souza
    O vice-governador do Rio Grande do Sul, José Paulo Cairoli, disse nesta terça-feira, em entrevista para o programa Esfera Pública, da Rádio Guaíba, que o plano integrado de segurança entre o Estado e os municípios prevê a colocação de mais policiais nas ruas e uma melhora na estrutura de trabalho dos órgãos de segurança. Cairoli afirmou que o plano, que será anunciado e detalhado nos próximos dias pelo governador Sartori será composto de ações para tirar o Rio Grande do Sul desta situação de insegurança ainda em 2017.
    O ano começou de forma violenta no Rio Grande do Sul. Até esta terça-feira, o Estado tem o registro de um latrocínio a cada dez dias em 2017. Na última sexta-feira, um doutorando da Ufrgs foi morto com um tiro na cabeça por assaltantes na zona Norte e um homem foi executado no bairro Belém Velho, no Extremo Sul de Porto Alegre. A vítima teria sido alvejada por vários disparos na rua. Outro homem foi morto na saída de uma festa, também na região Sul da cidade. Além disso, outros dois homens foram mortos na Restinga. Na segunda-feira, um homem foi assassinado em uma galeria próxima ao Mercado Público. Na manhã desta terça-feira, policiais encontraram o corpo de um motorista do Uber no Parque Chico Mendes.
    Os assaltos a bancos, especialmente em agências localizadas no interior do Estado também ocorreram com frequência nestes primeiros três meses de 2017. No dia 2 de março houve um assalto em Ibirapuitã. No dia seguinte, criminosos atacaram a agência do Banrisul de Rodeio Bonito. (Correio do Povo)
  • You might also like

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário