• Cerca de 100 CNHs são desviadas do Detran RS

    Foto:Guilherme Testa
    A reportagem da Rádio Guaíba apurou um caso de desvio de Carteiras de Habilitação que estavam sob responsabilidade do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) do Rio Grande do Sul. Um lote com cerca de cem documentos foi extraviado do Centro de Documentação da autarquia. Todas as CNHS são de moradores do município de Gaurama, no Norte gaúcho. Os motoristas entregaram as habilitações num Centro de Formação de Condutores do município e, em seguida, o material foi repassado para o Detran.
    Os documentos apresentam boas condições, com fotografias intactas e dados como CPF e RG legíveis. Os motoristas que tiveram as habilitações vazadas demonstraram preocupação, já que as informações pessoais poderiam ser utilizadas para a prática de crimes por parte de estelionatários e, até mesmo, para a transferência de pontos por infrações de trânsito.
    O diretor Administrativo e Financeiro do DETRAN, Enio Chies, reconhece que já houve um crime a partir do vazamento das habilitações. “Já existe a constatação de um crime por meio do próprio desvio. Estas carteiras ficam numa sala chaveada e em algum período, entre a saída do CEDOC para o descarte aconteceu um extravio. É importantes esclarecer para a sociedade que estas carteiras não ficam ao léu, mas houve uma falha e vamos apurar”, garantiu.
    O Detran já formalizou denúncia à Polícia Civil, que investiga o caso. Outra informação é que, desde 2015, o Centro de Documentação não armazena mais as habilitações que, posteriormente, eram encaminhadas para reciclagem no DMLU. O dirigente do Detran informou, ainda, que todas as CNHs desviadas estavam vencidas e foram furadas para caracterizar invalidade.
    A reportagem apurou esta ocorrência a partir da denúncia de um ouvinte, que chegou a entregar as carteiras de habilitação desviadas na redação da Rádio Guaíba, com o objetivo de comprovar o vazamento. A emissora entregou as CNHs para a 17ª Delegacia de Polícia de Porto Alegre, que iniciou uma investigação. No entanto, o delegado responsável pelo caso, Omar Abud, está preso desde a semana passada por suspeita de envolvimento com crimes. (Rádio Guaíba)
  • You might also like

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário