• Adiada na câmara votação de projeto sobre promoções do magistério de Carazinho

    A sessão ordinária da Câmara de Vereadores desta segunda-feira (24) votou e aprovou apenas o relatório de execução orçamentária do mês de fevereiro do poder Legislativo, pois o projeto de Lei 048/17, o qual fixa o número de vagas nas classes de promoções dos integrantes de carreira do Quadro do Magistério Público Municipal para o ano de 2016, foi retirado de pauta em função de uma emenda protocolada no final da tarde.
    Sendo assim, o projeto retorna as comissões, agora com a emenda, para receber novo parecer do Poder Legislativo e depois retornar a votação no plenário. Além do relatório, foram votados os requerimentos protocolados pelos vereadores até a data de segunda.
    A sessão teve ainda a presença do suplente de vereador do PMDB Gilson Haubert no lugar de Márcio Hoppen, ausente por motivos particulares.
    Ao final da sessão a secretária de Educação Sandra Citolin usou a tribuna por 15 minutos para esclarecer sobre o projeto de Lei 048/17, que foi retirado da pauta em função da emenda protocolada pelos vereadores. Ela destacou que em momento nenhum foi pensado em prejudicar os professores, que a secretaria vem trabalhando para atender a todos e que se sentiu ofendida da forma como foi julgada, enquanto responsável pela pasta. Disse que havia uma previsão orçamentária de 86 a 90 promoções, que o orçamento atual não foi feito pela atual gestão, que há demandas sendo atendidas, como da educação infantil, que considera enorme. (PMC)
  • You might also like

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário