quarta-feira, abril 19, 2017

Sartori busca em Brasília soluções para indústria naval do Rio Grande do Sul

Foto: Luiz Chaves
O governador José Ivo Sartori esteve em Brasília nesta terça-feira (18), para reforçar a importância da atividade naval para o Rio Grande do Sul. Sartori solicitou ao governo federal que abra um espaço para o diálogo e a busca de soluções para que a atividade naval não seja descaracterizada e o estado não seja prejudicado social e economicamente. A expectativa é de que seja criado um grupo de trabalho com participação da Petrobras.
O governador conversou com deputados federais e foi recebido pelo ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, no Palácio do Planalto. O secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Fábio Branco, e o procurador-geral do Estado, Euzébio Ruschel, acompanharam Sartori na audiência.
“Entendo que estamos evoluindo, resultado da presença do governador. É um processo contínuo, de várias ações. Sartori já recebeu as lideranças de Rio Grande e, a partir desse encontro, conseguimos abrir o diálogo com a presidência da Petrobras”, concluiu Fábio Branco após o encontro com Padilha.
Principais ações do governo em benefício do Polo Naval

2015

Fevereiro
Governo gaúcho reúne-se, em Brasília, com o ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, em busca de soluções para crise do setor naval e petroquímico.

Abril
Região Sul apresenta contribuições ao Plano Plurianual 2016-2019, tendo como um dos objetivos estratégicos maximizar o potencial gerado pelo Porto de Rio Grande, com ênfase no Polo Naval.

Julho
Assinado acordo para viabilizar a construção de plataformas no Polo Naval de Rio Grande.

Outubro
Seis projetos de APLs (Arranjos Produtivos Locais) passam a ser apoiados pela AGDI (Agência Gaúcha de Desenvolvimento e Promoção do Investimento), com recursos de R$ 2,29 milhões. Entre eles, o APL Polo Naval e Offshore de Rio Grande e Entorno – Centro de Simulação Naval.

Dezembro
APL Polo Naval e Offshore de Rio Grande e Entorno são apresentados como case de sucesso na Conferência Brasileira de APLs, em Brasília.

2016
Janeiro
AGDI firma convênios de R$ 5,15 milhões com Arranjos Produtivos Locais. Entre eles, o APL do Polo Naval e Offshore de Rio Grande e Entorno, em prol de um Centro de Simulação Naval.

Fevereiro
Assinatura de acordo de cooperação entre a Associação Arranjo Produtivo Local do Polo Naval e de Energia de Rio Grande e Entorno e a Associação Arranjo Produtivo Local Metal-Mecânico e Automotivo.


Maio
Projeto Arranjos Produtivos Locais promove curso de capacitação de gestores, entre eles os do Polo Naval e Energia de Rio Grande e Entorno.

Dezembro
Governo do Rio Grande do Sul reúne-se com a presidência da Petrobrás, no Rio de Janeiro, para tratar da continuidade do Polo Naval de Rio Grande. (O SUL)

0 comentários: