• Estado paga 3,4 mil reais por matrícula e quita folha de maio para 68% dos servidores nesta quarta-feira

    Foto: Alex Rocha
    O governo do Estado inicia, nesta quarta-feira-feira (31), o pagamento da folha do mês de maio dos servidores vinculados ao Poder Executivo, com o depósito de R$ 3.400,00 líquidos para cada matrícula. Com este crédito, que já estará disponível para saque logo pela manhã, 68% do funcionalismo estará com os salários integralizados no último dia útil do mês. No Magistério, este percentual chega a 82%.
    A Secretaria da Fazenda confirmou também o pagamento da sexta parcela do 13º salário de 2016. Existe, ainda, a possibilidade do depósito de uma nova faixa ao longo dia. Para repassar até R$ 3.400,00 para cada um dos 344 mil vínculos (ativos, inativos e pensionistas) foram necessários R$ 806,4 milhões em caixa. Já a parcela do 13º salário representa outros R$ 102 milhões. A previsão é concluir o pagamento da folha até o próximo dia 13 de junho.
    Também nesta quarta-feira (31), serão pagos os serviços mensais da dívida com a União, que em maio chegou a R$ 116,64 milhões. Para sexta-feira (2), está programada a quitação integral dos salários para os servidores das fundações (celetistas), que totalizam R$ 24,6 milhões.
    A folha do mês de maio chegou a R$ 1,139 bilhão, excetuando os compromissos com as consignações e os tributos. Neste período, a receita líquida chegou a R$ 2,454 bilhões, enquanto a despesa ficou em R$ R$ 3,019 bilhões.
    Principais pagamentos durante o mês de maio:
    – Restante da Folha de Abril: R$ 377 milhões
    – Consignações Banrisul: R$ 110,9 milhões
    – Outras Consignações: R$ 36,35 milhões
    – Duodécimos dos Poderes e Órgãos de Estado: R$ 325,8 milhões
    – Dívida com a União: R$ 116,64 milhões
    – Dívida com BIRD e BID: R$ 23,2 milhões
    – Saúde: R$ 168,922 milhões
    – Estradas: R$ 48,9 milhões
    – Transporte Escolar: R$ 13,755 milhões
    – Juros Depósitos Judiciais: R$ 95,12 milhões
    – Bloqueios Judiciais (RPV´s e medicamentos): R$ 54 milhões
    – IPE-Saúde: R$ 35 milhões
    – Fornecedores diversos: R$ 9,8 milhões. (O SUL)
  • You might also like

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário