segunda-feira, maio 15, 2017

Famílias são obrigadas a sair de casa devido a alagamentos em Dom Pedrito

Foto: Fabiana Gonçalves
 A forte chuva dos últimos dias causou transtornos em municípios do Noroeste e da Fronteira Oeste do Rio Grande do Sul. Em Dom Pedrito, na Região da Campanha, a elevação do nível do Rio Santa Maria em mais de seis metros alagou parte da cidade e obrigou pelo menos 16 famílias a saírem de suas casas na manhã deste domingo (14), nos bairros Sagrada Face, Santa Maria e Beira-Rio.
"Ainda não temos expectativa de volta dessas pessoas para casa. Estamos preocupados em dar assistência para as famílias", afirma o coordenador da Defesa Civil de Dom Pedrito, Jorge Vogel.
A Secretaria de Obras do estado tem previsão de construir nove pontilhões na ERS-634, o que poderia amenizar o problema das enchentes na região. Até o momento, três dessas galerias que servem para dar mais vasão à água que sobe do rio estão prontas e duas em construção.
Os moradoes da região do Ponche Verde também estão ilhados, isso porque foi feito um desvio no local, mas devido ao transbordo do rio o trecho está embaixo d'água.
De acordo com a Coordenadoria Regional da Defesa Civil na região, a situação é de alerta também para outros municípios próximos.
"Estamos monitorando também a situação Rosário do Sul, pra ver se não vai atingir. Alegrete também, por causa da alta do Rio Ibirapuitã", afirma o major Rinaldo da Silva Castro.
Segundo a Defesa Civil, o nível do Rio Ibirapuitã está em 7,8 metros e segue subindo cerca de 10 centímetros por hora. Castro explica que a grande quantidade de chuva em Santana do Livramento desde a sexta-feira (12) gera preocupações na região da Fronteira Oeste, que está sob risco. (G1/RS)

0 comentários: