terça-feira, maio 16, 2017

Polícia Federal realiza operação contra a adulteração de pescados em Santa Catarina

Foto: Divulgação
Uma operação da PF (Polícia Federal), batizada de Fugu, foi deflagrada na manhã desta terça-feira (16), em Santa Catarina, com o objetivo de combater a adulteração de pescados no Estado. Servidores da superintendência do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento em SC estariam envolvidos na fraude.
A investigação apura “evidências relacionadas à proteção ilícita de empresas do ramo alimentício, bem como de perseguição a servidores com atuação na área de fiscalização mediante instauração de procedimentos disciplinares e remoções infundadas”, segundo a PF.
Foram cumpridos 37 mandados judiciais nos municípios de Florianópolis, São José, Balneário Camboriú, Itajaí, Navegantes, Blumenau e Jaraguá do Sul. As investigações apontam que empresas teriam introduzido no mercado pescados importados da China adulterados quimicamente.
Essas empresas teriam usado o método oversoaking, que consiste na adição de água e produtos químicos no interior dos pescados, o que, entre outros efeitos, elevava o peso dos produtos. “A suspeita é de que as importações dos pescados eram desviadas por entrepostos frigoríficos de Itajaí não relacionados à área de pescados, para que, sem a reinspeção adequada e com conivência de servidor público, ingressassem mais facilmente no País”, diz a PF. (O SUL)

0 comentários: