quinta-feira, maio 04, 2017

RIO URUGUAI CONTINUA SUBINDO E AGRAVA SITUAÇÃO DE DESABRIGADOS


Mesmo tendo passado mais de treze dias depois das chuvas torrenciais que atingiram Uruguaiana e outras regiões do Rio Grande do Sul, o Rio Uruguai volta a manter as defesas civis do município e do Estado em alerta. A causa da preocupação é o grande volume de chuvas registrado nas regiões mais altas do Estado há cerca de uma semana. Em Santa Rosa, a precipitação chegou a 500 mm. Em São Borja e Alegrete também houve chuva de grande volume e essas águas desceram na direção de Uruguaiana invadindo a zona ribeirinha de maior risco e fazendo as primeiras famílias desabrigadas em 2017.

O SOCORRO AOS ATINGIDOS - Conforme dados da Defesa Civil Municipal, três famílias foram desabrigadas e outras quatro desalojadas pelas águas do Uruguai. Ao todo, são 31 pessoas atingidas pela cheia, 18 adultos e 13 crianças que estão alojadas no Centro Esportivo Zona Leste e em casas de parentes e amigos. O diretor municipal da Defesa Civil Paulo Woüthers disse que juntamente com 15 servidores da Secretaria Municipal de Infraestrutura Urbana e Rural, passou o feriado do Dia do Trabalho prestando socorro aos desabrigados que tiveram as casas atingidas nos bairros Santo Antônio e São João. “Trabalhamos até ontem quando o Rio Uruguai estabilizou suas águas em 8m18 cm acima do nível normal chegando ao final do dia em 8m15cm com tendência de começar a voltar a seu leito normal”, afirmou o diretor. Nesse período, de hoje em diante, no entanto, resta torcer que não volte a chover grandes volumes nas cabeceiras do Rio Uruguai. (Diário da Fronteira)


Tags

0 comentários: