quarta-feira, maio 10, 2017

Sartori destaca soma de esforços para ampliar Fenasul/ Expoleite

Foto:Luiz Chaves
Foi com a marca da renovação que a Fenasul/ Expoleite teve seu lançamento no Galpão Crioulo do Palácio Piratini, nesta segunda-feira (8), em ato que contou com a presença do governador José Ivo Sartori e do secretário da Agricultura, Pecuária e Irrigação, Ernani Polo. A 13ª edição da Fenasul e a 40ª edição da Expoleite, que segue apresentando o melhor da produção leiteira gaúcha e dos seus derivados, será de 24 e 28 de maio, no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio.
No evento, Sartori destacou a soma de esforços das entidades para a promoção de um evento diversificado, maior e com outra dimensão. “Essa mudança vai agregar mais gente”, disse, lembrando que a pecuária de leite é garantia de renda mensal para pequenos produtores. Ressaltou o potencial de crescimento do evento em uma área como a do Parque Assis Brasil – que, segundo ele, pode ter seu uso ampliado ao longo do ano com outras atividades além da Expointer – uma das maiores feiras agropecuárias da América Latina. Conforme o governador, todos sairão fortalecidos com a realização de um evento renovado como a Fenasul.
Para a organização da feira, foi criada uma comissão executiva, coordenada pela Federação da Agricultura do RS (Farsul). Neste ano, a programação inclui também exposição de bovinos, caprinos, equinos, feira de agricultura familiar, festival de queijos, feira de terneiros e vaquilhonas, feira de pequenos animais, realização de seminários técnicos, exposição de máquinas e equipamentos agrícolas e praça de alimentação. Está programado também o 3º Rodeio Fenasul, organizado pela Federação Gaúcha de Laço, além de shows.

O secretário Ernani Polo definiu a  Fenasul/ Expoleite como um “aquecimento” para a Expointer – que chega à 40ª edição neste ano. Segundo ele, as mudanças vêm para destacar o leite e sua produção, oferecendo mais atrações para que o público se faça presente. Segundo o presidente da Gadolando, Jorge Fonseca  da Silva, a feira é o espaço para envolver produtores e indústria e divulgar um produto de grande significado para a alimentação humana. O Rio Grande do Sul conta com a segunda maior bacia leiteira do país – produz cerca de 4,5 bilhões de litros da matéria-prima/ ano. (Eliane Iensen) 

0 comentários: