• O Grêmio empata com o Cruzeiro em 3 a 3 e se mantém na vice-liderança do Brasileirão

    Foto: Daniel Coelho
    Na noite dessa segunda-feira, o Grêmio esteve muito perto da liderança do Campeonato Brasileiro, mas fechou a oitava rodada do certame na segunda colocação, ao empatar em 3 a 3 com o Cruzeiro no estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG). Com o resultado, o Tricolor chegou a 19 pontos, um atrás do Corinthians.
    A partida, bastante movimentada, teve gols marcados por Everton aos 15 minutos do primeiro tempo e Michel aos 41 minutos, ambos para os gaúchos. Aos 45 minutos, Thiago Neves descontou para os mineiros. Já na etapa complementar, Rafael Sóbis igualou o placar logo aos 2 minutos, Ramiro colocou o Grêmio novamente em vantagem aos 14 minutos e Robinho decretou o empate para a Raposa aos 17 minutos.
    Nas duas próximas rodadas do certame, o time treinado por Renato Portaluppi jogará em casa. O primeiro duelo será contra o Coritiba na próxima quinta-feira, às 19h30min. Já o segundo compromisso está marcado para as 16h de domingo, contra o Corinthians.
    Primeiro tempo
    A primeira começou com superioridade cruzeirense e os donos da casa chegaram a acertar a trave adversária por duas vezes. Aos 15 minutos, no entanto, Luan cobrou escanteio para dentro da área, Walter Kannemann desviou, a bola bateu na trave e Everton completou para abrir o placar para o Grêmio.
    Aos 41 minutos, Luan alçou mais uma bola na área, Everton chutou e, após um bate-rebate e Michel empurrou para o gol vazio: 2 a 0. Mal deu tempo de comemorar, pois o Cruzeiro descontou em seguida: aos 45 minutos, Alisson cruzou rasteiro da linha de fundo, Kannemann furou e Thiago Neves bateu no canto, certeiro, reanimando a torcida local.
    Minutos antes que o apito do juiz anunciasse o intervalo de jogo, o técnico cruzeirense Mano Menezes foi expulso por reclamar com a arbitragem. Com o comandante mandado mais cedo para o chuveiro, quem comandou a equipe celeste no restante do confronto foi o seu auxiliar Sidnei Lobo.
    Etapa complementar

    O gol no fim da primeira etapa fez com que o time mineiro voltasse com tudo para o segundo tempo. E o gol de empate não demorou para sair. Logo aos dois minutos, Thiago Neves dominou no peito e deu belo passe para Rafael Sóbis, que, livre dentro da área, bateu cruzado de canhota para deixar tudo igual.

    O Grêmio, entretanto, voltou a marcar e fez o terceiro aos 14. Após belo contra-ataque, Pedro Rocha recebeu de Luan e chutou. Fábio fez a defesa, mas Ramiro aproveitou o rebote e deixou o dele no Mineirão. Pouco depois, aos 17 minutos, Robinho recebeu na área após bela jogada e bateu rasteiro no canto direito de Marcelo Grohe para empatar mais uma vez.
    Foram três gols, mesmo escore parcial do primeiro tempo. mas outras chances pintaram dos dois lados, e se o placar não foi mais elástico, boa parte desse fato pode ser atribuído à atuação dos goleiros de ambos as equipes. Foram três defesas de Fábio, com direito a um “milagre” após chute de Everton, além de outra bola difícil afastada por Marcelo Grohe.
    Escalações
    Jogando de uniforme-reserva, o Grêmio do técnico Renato Potaluppi colocou em campo no Mineirão uma equipe formada por Marcelo Grohe, Edílson, Geromel, Kannemann (Rafael Thyere), Bruno Cortez, Michel, Ramiro, Arthur, Pedro Rocha (Fernandinho), Luan e Everton.
    Já o Cruzeiro, com o tradicional uniforme azul e sob o comando de Mano Menezes, escalou Fábio, Ezequiel, Léo, Caicedo, Diogo Barbosa, Lucas Romero, Ariel Cabral (Lucas Silva), Robinho (Ramon Ábila), Thiago Neves, Rafael Sóbis (Elber) e Alisson. (O SUL)
  • You might also like

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário