Coordenadora da redação do Diário da Fronteira é perseguida, abordada e agredida por policiais em Uruguaiana


A coordenadora da redação do jornal Diário da Fronteira, Kelly Rolim, foi detida nesta manhã (13) pelo mesmo policial, soldado Souza, o qual ela denunciou há alguns dias por perseguição à imprensa. Além dele, outros PMS participaram da ocorrência. 

Segundo os policiais, Kelly foi presa por cruzar o sinal vermelho. Conforme testemunhas, ela foi perseguida, abordada, agredida e algemada quando chegava em casa, por volta das 12h30min.
Também foram agredidas as tias da Kelly e o tio, que recebeu um soco no olho e está sendo atendido na Santa Casa de Caridade. 
Ao chegar na Delegacia, aos prantos, Kelly gritava que o brigadiano apontou a arma até para o filho de dois anos. 
O promotor de Justiça, Luiz Antônio Barbará Dias, esteve na Delegacia e disse que essa situação é inadmissível e que providências serão tomadas. 
Kelly permanece na Delegacia, onde será ouvida e liberada. (Diário da Fronteira)

Postar um comentário

My Instagram

Designed by OddThemes | Distributed by Blogger Themes