• Diversos municípios gaúchos registram temperaturas negativas

    Foto: Metsul/Divulgação
    A onda de frio que atinge o Rio Grande do Sul derrubou ainda mais as temperaturas nesta terça-feira (18). Segundo informações da Metsul Meteorologia, grande parte do Estado registrou marcas negativas.
    Entre as mínimas, destacam-se -6,7°C em Soledade; -5,8ºC em Santa Rosa; -5,4°C em Fontoura Xavier; -4,2°C em Carazinho; e -3.1°C em Espumoso. Houve geada forte a severa em quase todo o Rio Grande do Sul durante o amanhecer, conforme a Metsul.
    Em Porto Alegre, a temperatura mínima nesta terça-feira foi de 0,7°C no Morro da Polícia, de acordo com o Metroclima. Fez 1,3°C no bairro Lomba do Pinheiro, na Zona Leste, e 1,9°C no bairro Sarandi, na Zona Norte. No Centro da Capital gaúcha, os termômetros marcaram 4°C.
    As temperaturas caíram no Rio Grande do Sul depois que uma massa de ar quente deu lugar a uma poderosa massa de ar de origem polar que começou a ingressar no Estado no último domingo, segundo a Metsul. Na segunda-feira, municípios da Serra Gaúcha, como Gramado, Canela e Caxias do Sul, tiveram queda de neve para a alegria dos turistas que lotam os hotéis da região nesta época do ano.
    Outros Estados
    Além do RS, a massa de ar frio derrubou para abaixo de zero as temperaturas no Sul do Paraná e na serras de Santa Catarina. De acordo com o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), em Bom Jardim da Serra (SC), a madrugada registrou -7,4ºC, com sensação térmica de -17ºC. Em São Joaquim (SC), famosa pelas baixas temperaturas, fez -4,8ºC e, em Urupema (SC), a mínima foi de -2,8ºC.
    No Paraná, a cidade de Inácio Martins teve temperatura mínima de -4ºC. São Mateus do Sul, também no Sul do Estado, registrou frio de -2,8ºC. As baixas temperaturas também chegam nesta terça-feira à Região Sudeste do País.
    O meteorologista Rogério Rezende, do 8º Distrito de Meteorologia do Inmet, explicou que a onda de frio é resultado de uma massa de ar com características polares que veio do Sul da Argentina. “Tivemos grandes nevascas em regiões próximas dos Andes, em Santiago do Chile, em Bariloche. Foi registrada a menor temperatura das últimas décadas, que chegou a -25ºC. São localidades que normalmente são frias, onde há nevascas com frequência. Mas essa onda foi tão intensa que chegou ao ponto de causar transtornos nessas regiões”, disse Rezende.
    “Essa massa pode chegar até o Sul do Acre. Ela vai atingir o Sudeste e o Centro-Oeste do País com certeza, com boa possibilidade de chegar até o Norte”, avaliou Rezende. O meteorologista ressaltou, no entanto, que a intensidade do frio será menor na medida em que a frente avançar em direção ao Norte. “Toda massa de ar vai adquirindo as características das regiões por onde ela vai passando. Ela já está subindo, passando por regiões mais quentes, e vai arrefecer aos poucos”, explicou. (Osul)
  • You might also like

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário