terça-feira, julho 04, 2017

Governador José Ivo Sartori anuncia concurso para preencher mais de 6 mil vagas na área da segurança pública

Foto: Luiz Chaves
O governador do Rio Grande do Sul, José Ivo Sartori, anunciou na manhã desta terça-feira (04), no Palácio Piratini, a abertura de um concurso público para preencher 6,1 mil vagas na segurança pública.  “Esse será o maior concurso na área da segurança pública dos últimos 30 anos”, afirmou o chefe do Executivo.
O certame contemplará a BM (Brigada Militar), a Polícia Civil e o Corpo de Bombeiros. Para a BM, segundo Sartori, serão abertas 4,1 mil vagas para o cargo de soldado e 200 vagas para o quadro de oficiais da corporação. Para os bombeiros, serão disponibilizadas 450 vagas para soldado e 50 vagas para o quadro de oficiais. Já para a Polícia Civil, serão preenchidas 1,2 mil novas vagas para o cargo de agente (escrivão e inspetor) e cem vagas para delegado.
Sartori também anunciou oficialmente a convocação dos suplentes do último concurso da Brigada Militar: 49 para a corporação e 75 para o Corpo de Bombeiros. Até o final de 2017, 4 mil novos servidores terão ingressado na área da segurança, segundo ele. “O crime migra de um local para outro e vamos combatê-lo em todos os recantos do Rio Grande do Sul. A nossa obrigação é honrar nossos compromissos e com esse reforço vamos atender demandas de todas as regiões do Estado”, destacou Sartori.
O governador disse que a autorização para o concurso deu-se a partir da abertura de margem financeira para investimentos em segurança pública e na aprovação de medidas estabelecidas em projetos aprovados pela Assembleia Legislativa, como o Projeto de Lei Complementar 243/16.
“Não podemos esquecer que já fizemos um esforço anterior à autorização do concurso desta terça-feira. Entregamos novas viaturas, armas, munições e conseguimos junto à União apoio da Força Nacional de Segurança. Recentemente, destravamos a questão dos presídios e viabilizamos condições para alcançar quase mil novas vagas em Charqueadas, Viamão e Alegrete. Conseguimos também a autorização de obras nas penitenciárias de Bagé e Bento Gonçalves”, ressaltou Sartori.
“Se alguém duvidou que a segurança era prioridade desse governo, esse anúncio e todas as ações que já promovemos vão ao encontro da expectativa da população do Estado para enfrentamento da criminalidade. Esse é o resultado de um trabalho em equipe e do esforço de todos os integrantes de órgãos vinculados à área, que de forma extraordinária combatem o crime diariamente”, reiterou o secretário da Segurança Pública, Cezar Schirmer.
Outros dois concursos públicos já estão em andamento no Estado. Do total de vagas, 720 são para a Susepe (Superintendência dos Serviços Penitenciários) e 106 para o Instituto-Geral de Perícias. (O SUL)

0 comentários: