sexta-feira, agosto 18, 2017

A Nokia anunciou smartphone com uma câmera dupla por 700 dólares

Foto: Divulgação
Nesta quarta-feira (16), a marca Nokia voltou ao mercado de celulares com o smartphone Nokia 8, lançado pela companhia finlandesa HMD Global, que comprou os direitos sobre a marca. O dispositivo, que roda o sistema operacional Android, pretende atrair os consumidores que buscam uma boa performance de áudio e vídeo.
O novo aparelho possui um recurso de visão dupla que permite a transmissão de vídeos ao vivo nas redes sociais em tela dividida, usando imagens das câmeras traseira e frontal ao mesmo tempo. A tecnologia foi licenciada da fabricante de câmeras Zeiss, que já atuava com a Nokia em seus celulares antigos.
O Nokia 8 também possui uma tecnologia de som surround desenvolvida especialmente para trabalhar em conjunto com a câmera de realidade virtual Nokia OZO. Segundo a empresa, o recurso foi criado especialmente para atender às demandas dos criadores de conteúdo que precisam compartilhar o cotidiano nas redes.
Por enquanto, o smartphone é o dispositivo topo de linha da Nokia. Ele deve chegar ao mercado em setembro por US$ 703, mas vai enfrentar uma competição forte desde o início de suas vendas, já que, na mesma época, haverá o lançamento de dois aparelhos da mesma categoria: o novo iPhone da Apple e o Galaxy Note 8 da Samsung.
O Nokia 8 é o primeiro dispositivo de luxo lançado pela HDM, que até lançou quatro smartphones de entrada e cinco celulares comuns, incluindo o relançamento do clássico 3310. A empresa disse estar feliz com as vendas iniciais dos produtos já lançados, mas ainda não divulgou nenhum número.
Retorno
No ano passado, a Nokia assinou um contrato de licenciamento exclusivo para ceder sua marca em celulares e tablets à HMD Global, companhia finlandesa criada por seus ex-funcionários. O contrato, válido desde o segundo semestre de 2016, vale por dez anos. Em 2013, a finlandesa havia vendido seu negócio de celulares para a Microsoft por US$ 7,5 bilhões.
A Nokia, que já foi a maior fabricante de celulares do mundo, participa somente com a sua marca nos produtos que serão vendidos pela HMD Global, recebendo royalties pelo uso.
Embora não seja exatamente um nome reconhecido entre consumidores, a empresa possui presença significativa nas Américas, Ásia, Oriente Médio, África, Índia e China.
No início do ano, a HMD relançou o clássico celular 3310 em novas cores. A empresa também oferece uma variedade de celulares Nokia em mercados emergentes e começou a introduzir novos celulares Android.
A empresa também confirmou recentemente que os celulares da casa devem se manter atualizados para a próxima versão do Android. De acordo com a HMD Global, pelo menos três dos aparelhos mais recentes da casa estão com update garantido para o Android O.
Mesmo assim os consumidores da Nokia podem ter que se preparar para aguardar um pouco mais pela atualização, pois o download não deve ser disponibilizado no mesmo dia da liberação do Android O puro. (O SUL)

Tags

0 comentários: