quinta-feira, agosto 31, 2017

Derrota para o Cruzeiro por 2 a 0 no Mineirão desclassifica o Grêmio da Copa da Primeira Liga

Foto: Washington Alves
Com uma escalação na qual até o técnico era “alternativo” (Felipe Endres), na noite dessa quarta-feira o time de transição do Grêmio perdeu por 2 a 0 para o Cruzeiro-MG no estádio Mineirão, em partida válida pelas quartas-de-final da Copa da Primeira Liga. Com esse resultado, o Tricolor gaúcho foi eliminado do certame.
O Grêmio escalou Léo, Léo Gomes, Rafael Thyere, Bruno Rodrigo, Conrado, Kaio, Machado, Esperon (Dionathã), Patrick (Dudu), Jean Pyerre e Beto da Silva (Batista). Já o Cruzeiro de Mano Menezes foi escalado com Rafael, Lennon, Digão, Arthur (Murilo), Bryan, Nonoca, Lucas Silva (Sassá), Robinho, Arrascaeta, Raniel e Rafael Sobis (Alisson).
Além da Raposa mineira, passaram às semifinais o Atlético-MG (que venceu o Inter no Beira-Rio por 1 a 0), o Londrina-PR e o Paraná Clube. Os jogos serão disputados neste fim de semana.
Primeiro Tempo
A saída de jogo foi do Tricolor, que tentou criar com Patrick, pela direita, nos primeiros minutos, mas a equipe do Cruzeiro conseguiu impedir a jogada e mandar a bola pela lateral.
O Grêmio chegou ao ataque aos 10 minutos, com Patrick, que fez boa jogada pela direita e, com personalidade, finalizou, mas Rafael conseguiu a defesa. Aos 21 minutos, o Cruzeiro chegou com perigo. Bryan avançou pela esquerda, foi à linha de fundo e cruzou para De Arrascaeta, que de cabeça, mandou para o gol, obrigando Leo a fazer boa defesa.
Os gremistas tiveram uma falta a seu favor na intermediária de ataque, aos 27 minutos. Patrick cobrou, mas mandou forte demais e a bola se perdeu pela linha de fundo. O Cruzeiro também teve uma falta que levou perigo ao campo de defesa tricolor. Robinho colocou na área e Léo saiu de soco para afastar.
No lance seguinte, Bryan tentou um cruzamento da esquerda para Raniel, mas ele não alcançou. Aos 32 minutos, os mineiros perderam uma grande chance, por mérito de Léo. Lennon perdeu a bola na direita, mas De Arrascaeta conseguiu recuperar dentro da área. O meia chutou para grande defesa de Léo. No rebote, o uruguaio mandou por cima da meta.
O Cruzeiro chegou ao ataque com Robinho, que entrou na área, foi desarmado por Leonardo Gomes e caiu, pedindo pênalti, mas nada foi assinalado. Aos 40 minutos, do meio do campo, Robinho fez um cruzamento para Raniel, que tentou cabecear, mas não finalizou.

Segundo Tempo

Antes do primeiro minuto, Nonoca passou pela marcação e sofreu falta de Bruno Rodrigo, na intermediária. De Arrascaeta foi para a cobrança, mandando direto, de chapa, buscando o canto esquerdo da meta gremista, mas pra fora.
Girando a bola, o Grêmio quase chegou, mas a defesa mineira conseguiu interceptar a jogada e mandou para lateral. Aos 6 minutos, Dionathã recebeu no meio, dominou e arriscou um chute para o gol, mas Rafael fez a defesa.
Quando Patrick fazia boa jogada pela direita, Raniel dividiu com o jogador que caiu e ficou no gramado, tendo que ser substituído, aos 12’, por Dudu. No lance, Patrick torceu o joelho. O Grêmio teve uma chance em cobrança de falta, com Jean Pyerre, que mandou na área mas Rafael defendeu. Na sequência, Leonardo avançava pela esquerda e foi parado com falta de Raniel. Decorrente da marcação, Mano Menezes foi expulso, após reclamação.
Pressionando, os mineiros se encontraram em campo e criaram mais uma vez. Robinho arriscou um chute de fora da área, a bola desviou em Conrado e passou raspando a meta gremista. Em cobrança de falta, Arrascaeta colocou na área, mas Kaio afastou. Em resposta, o Tricolor chegou com boa combinação de Beto e Dudu. Já com 26 minutos, Sassá avançou pela esquerda, entrou na área e chutou cruzado. Léo defendeu e jogou para escanteio.
Os gremistas responderam e, em cobrança de falta, Machado mandou direto a gol; Rafael segurou.
Em jogada de contra-ataque, o Grêmio foi bem e conseguiu uma falta na esquerda. Machado colocou na área, de perna direita, mas no segundo poste. Rafael fez a defesa.

O Tricolor quase chegou ao gol com Jean Pyerre, que recebeu passe na esquerda, dominou, cortou pra direita e chutou bem colocado. A bola passou raspando a meta de Rafael. Respondendo, aos 43 minutos, os mineiros foram decisivos. Depois de bate-rebate, Raniel pegou a sobra e conseguiu marcar o gol para o Cruzeiro. Aos 47 minutos, Sassá recebeu dentro da área e cruzou rasteiro, para Arrascaeta fazer o segundo gol da partida. (O SUL)

0 comentários: