sexta-feira, agosto 18, 2017

Ex-deputado do PT Cândido Vaccarezza é preso em nova fase da Operação Lava-Jato

Foto: Marcello Casal Jr.
A PF (Polícia Federal) cumpre mandados da 43ª e da 44ª fases da Operação Lava-Jato na manhã desta sexta-feira (18) em cidades do Rio de Janeiro e São Paulo. É a primeira vez que a PF realiza duas fases da operação ao mesmo tempo. O ex-líder do governo Lula e Dilma e ex-deputado federal Cândido Vaccarezza, ex-PT, foi preso temporariamente.
As duas operações foram batizadas de Sem Fronteiras e Operação Abate, respectivamente. Foram expedidos 46 mandados, sendo 29 mandados de busca e apreensão, 11 mandados de condução coercitiva e 6 mandados de prisão temporária, segundo a PF. O ex-deputado federal Cândido Vaccarezza, ex-PT, é um dos alvos de prisão temporária.
As operações investigam os crimes de corrupção, desvio de verbas públicas e lavagens de ativos identificados em contratação de grandes empresas com a Petrobras. Na Operação Sem Fronteiras é investigada a relação espúria entre executivos da Petrobras e grupo de armadores estrangeiros para obtenção de informações privilegiadas e favorecimento obtenção de contratos milionários com a empresa brasileira.
Na Operação Abate, a ação visa desarticular grupo criminoso que era apadrinhado por ex-deputado federal, cuja influência era utilizada para a obtenção de contratos da Petrobras com empresa estrangeira. Nesta relação criminosa, recursos foram direcionados para pagamentos indevidos a executivos da estatal e agentes públicos e políticos, além do próprio ex-parlamentar, segundo a PF.
Na Operação Abate, a ação visa desarticular grupo criminoso que era apadrinhado por ex-deputado federal, cuja influência era utilizada para a obtenção de contratos da Petrobras com empresa estrangeira. Nesta relação criminosa, recursos foram direcionados para pagamentos indevidos a executivos da estatal e agentes públicos e políticos, além do próprio ex-parlamentar.  (O SUL)

Tags

0 comentários: