sexta-feira, agosto 18, 2017

Gramado entra em ritmo cinematográfico

 Foto: Edison Vara 
O Festival de Cinema de Gramado, que começou nessa quinta, e terá abertura oficial nesta sexta-feira, 17h, com a Orquestra Sinfônica de Gramado, na Rua Coberta, e exibição de “João, o Maestro”, de Mauro Lima, às 19h, no Palácio dos Festivais, atinge a marca de 45 edições ininterruptas. O desafio de promover o evento foi transformado em motivo de orgulho para o presidente da GramadoTur, Edson Néspolo. Em tempos de recessão econômica, Néspolo comemora o aumento de 12% no orçamento do evento, que é de R$ 4 milhões. “Apesar do momento difícil, fomos bem-sucedidos na busca de patrocínios. Conseguimos viabilizar o evento. O festival chega fortalecido para seus 45 anos”, destaca.
Para Néspolo, o Festival representa muito para a projeção de Gramado, citando que esta edição será marcada por homenagens a idealizadores do evento. “O festival foi o evento que elevou o nome de Gramado. Depois, surgiram outros importantes, como o Natal Luz. Os 45 anos são um momento de grande importância. Queremos prestar uma homenagem para quem criou e concebeu o festival, que é um dos poucos que ocorre por tanto tempo”, frisa.
O presidente aposta que a qualidade dos filmes será responsável pelo sucesso do evento. “Tivemos mais de 700 filmes inscritos. Temos uma seleção muito boa.” Néspolo também cita a busca por mais acessibilidade. “Estamos avançando, com filmes legendados para surdos e sessões acessíveis a cegos. É questão de igualdade.” Ele exalta a parceria com o Canadá, convidado de honra do evento, representado pelo consulado e equipe de produção audiovisual que fará workshops durante o festival. “O cinema canadense é um dos mais avançados em efeitos especiais”, diz.
Além de ser polo de discussão cinematográfica, Gramado busca integrar a comunidade com a sétima arte. O projeto Cinema nos Bairros foi retomado. Já o Educavídeo, que reúne produções de estudantes de Gramado, abriu a programação do festival com exibição dos filmes estudantis, ontem. “Buscamos recursos para investir em equipamentos. O Educavídeo está evoluindo e pode despertar para o surgimento de novos talentos. Queremos criar nos estudantes uma nova visão sobre cinema.”
Para a secretária de Turismo de Gramado, Rubia Frizzo, o Festival contribui institucionalmente para a imagem de Gramado. “É um dos principais eventos do nosso calendário. Embora não seja o que mais atrai público, como ocorre com o Natal Luz, possui valor muito grande à imagem institucional de Gramado.” Conforme a secretária, devem circular pela cidade 300 mil pessoas durante o evento. “Em média, a taxa de ocupação hoteleira deve ser de 85%”, conta.
Gramado também atrai visitantes com variada programação de eventos e festas paralelas. “Parte dos visitantes procura assistir aos filmes, mas são pessoas que aproveitam para curtir o clima do Festival, sentar-se nos cafés da rua Coberta e Borges de Medeiros e cruzar com artistas pelas ruas”, conclui. (Correio do Povo)

0 comentários: