segunda-feira, agosto 21, 2017

Grêmio fica no 0 a 0 com Atlético-PR na Arena

 Foto: Guilherme Testa
O Grêmio apenas empatou com o Atlético-PR na Arena neste domingo e diminuiu em apenas um ponto a distância para o Corinthians – que perdeu para o Vitória no sábado - na tabela do Campeonato Brasileiro. A diferença para o líder agora é de sete pontos, mas os paulistas têm um jogo a menos.
O Tricolor volta agora suas atenções para a semifinal da Copa do Brasil contra o Cruzeiro. O Grêmio vai a Belo Horizonte na próxima quarta-feira, às 21h45min, precisando de apenas um empate para garantir vaga na final. Se marcar gol no Mineirão, o time de Renato Portaluppi poderá perder por até um gol de diferença que ainda assim irá avançar.
O jogo
Com objetivo de preservar os titulares para o confronto com o Cruzeiro pela Copa do Brasil, o técnico Renato Portaluppi repetiu a estratégia do jogo com o Botafogo, na semana passada, e escalou o Grêmio com a equipe toda reserva neste domingo. A novidade foi a presença de Léo Moura, que atuou no meio-campo.
Mesmo com jogadores da qualidade de Léo Moura e Lincoln no setor de meio-campo, o Grêmio teve pouco poder de criação ao longo do primeiro tempo. Como havia acontecido contra o Botafogo, o time perdeu velocidade na saída de bola com a dupla de volantes reservas, formada por Kaio e Jaílson, e praticamente não levou perigo ao gol de Weverton nos primeiros 45 minutos.
O Atlético-PR, por outro lado, rondou a área do Grêmio muitas vezes no primeiro tempo. Com Nikão levando a melhor sobre Leonardo, a equipe paranaense atacou na maioria das vezes pelo lado esquerdo. Na melhor situação criada pelo setor, Guilherme chutou após cruzamento de Nikão e mandou por cima.
A melhor chance do Atlético-PR no primeiro tempo, porém, veio em um lance do outro lado. Aos 23, Zé Ivaldo cruzou da direita e encontrou Ederson livre na área, mas o atacante finalizou mal mandou para fora. Nikão ainda bateu falta, que passou perto do ângulo esquerdo de Paulo Victor, aos 33, em mais uma situação de perigo do Furação. Apesar das chances criadas pelos paranaenses, o primeiro tempo terminou mesmo sem gols na Arena.
Apesar de terem voltado sem alterações nos nomes, Grêmio e Atlético-PR retornaram com um ímpeto maior para o segundo tempo. O Tricolor apostou em adiantar a sua marcação para pressionar o Atlético-PR, que começou a achar espaços para os contra-ataques.
A primeira chance da segunda etapa foi paranaense. Lincoln tentou um drible no meio-campo e foi desarmado. O Atlético saiu em um contra-ataque em superioridade numérica (4 contra 3), mas Guilherme optou pelo lance individual e finalizou da entrada da área uma bola passou à esquerda de Paulo Victor.
Na sequência, aos 10 minutos, os mais de 15 mil torcedores que foram à Arena quase viram um golaço. Léo Moura tocou para Everton, que com um toque de primeira deu um chapéu em Paulo André dentro da área, mas foi travado pelo goleiro Weverton na hora da finalização.
Aos 15, o técnico Renato Portaluppi fez a primeira mudança na equipe. E foi ofensiva. O lateral Leonardo saiu para a entrada do meia Beto da Silva, que fez sua estreia na Arena. Com isso, Léo Moura foi para a lateral direita.
O Atlético-PR voltou a chegar com perigo aos 16. Sidcley recebeu passe às costas de Marcelo Oliveira dentro da área e deu um toque colocado de esquerda, mas Paulo Victor fez a defesa. Marcelo Oliveira sentiu lesão pouco depois e foi substituído. O garoto Conrado entrou no seu lugar. Logo depois, o técnico Renato Portaluppi já fez a terceira mexida e mandou Patrick a campo na vaga de Lincoln.
Patrick até conseguiu uma finalização logo em seu primeiro lance em chute de fora da área defendido por Weverton, mas o Grêmio acabou levando pouco perigo ao gol do Atlético-PR após as últimas mudanças.
Aos 40, Fernandinho teve boa chance após sofrer falta na entrada da área. Ele bateu, mas acertou a barreira no que foi a última oportunidade do Grêmio na partida. Nos acréscimos, o Tricolor escapou de sofrer a derrota. Aos 47, Douglas Coutinho cruzou da direita e encontrou Guilherme livre dentro da área, mas ele cabeceou para fora no último lance da partida.
Brasileirão - 21ª rodada
Grêmio - 0
Paulo Victor; Leonardo (Beto da Silva), Bressan, Bruno Rodrigo e Marcelo Oliveira (Conrado); Jailson, Kaio, Leo Moura e Lincoln (Patrick), Fernandinho; Everton. Técnico. Renato Portaluppi
Atlético-PR - 0
Weverton; Zé Ivaldo, Paulo André, Wanderson e Fabrício; Pavez, Eduardo Henrique (Rossetto), Sidcley (Pablo), Guilherme e Nikão; Ederson (Douglas Coutinho). Técnico: Fabiano Soares
Cartões amarelos: Jaílson, Kaio (GRE); Zé Ivaldo, Guilheme (CAP)
Arbitragem: Jailson Macedo Freitas (BA), auxiliado por Alessandro A. Rocha de Matos (BA) e Elicarlos F. de Oliveira (BA)
Local: Arena do Grêmio 
Fonte:Correio do Povo

0 comentários: