quinta-feira, agosto 10, 2017

Grupo é suspeito de enviar drogas para o Uruguai e trazer armas para a Região Sul do Brasil

Foto: Polícia Federal
A PF (Polícia Federal) realizou nessa quarta-feira uma operação contra o tráfico internacional de drogas na Região Sul do País. O alvo é uma quadrilha suspeita de enviar drogas para o Uruguai, por meio de praias do Litoral Sul do Rio Grande do Sul, e de trazer armas para o Brasil, de forma ilegal.
Ao menos seis pessoas foram presas durante o cumprimento dos mandados, que também abrangeram condução coercitiva, busca e apreensão. O lista inclui duas prisões em flagrante por porte de arma nas cidades gaúchas de Santa Vitória do Palmar, Rio Grande, Pelotas, Camaquã, Novo Hamburgo e Estância Velha, além de Foz do Iguaçu, na fronteira do Paraná com o Paraguai.
A Justiça também determinou o sequestro e a indisponibilidade de bens dos suspeitos. As investigações foram iniciadas em novembro do ano passado, depois que agentes da PF no Chuí identificaram a atuação de um grupo conhecido como “Anjinhos da Praia”, envolvido em tráfico internacional de drogas.
Os seus integrantes se reuniam em uma cabana alugada no Balneário do Hermenegildo, em Santa Vitória do Palmar. De acordo com a polícia, os suspeitos planejavam enviar drogas para o Uruguai durante a temporada de verão.
Ainda segundo com a PF, as cidades de Santa Vitória do Palmar e Chuí eram usadas como parada para a distribuição de drogas para o país vizinho. Ao mesmo tempo, a estrutura costumava ser utilizada para a entrada de armas em território nacional. No decorrer desses nove meses de investigação, já foram apreendidos quase 700 quilos de cocaína e 70 quilos de maconha.
As ações da Polícia Federal contaram com o apoio da Receita Federal, da Brigada Militar, da Polícia Rodoviária Federal e da Polícia Nacional uruguaia (equivalente à PF). Os envolvidos deverão responder pelos crimes de tráfico de drogas e de armas, formação de organização criminosa e lavagem de capitais, perante a Justiça Federal de Rio Grande e perante a Justiça Estadual da Comarca de Santa Vitória do Palmar.
Haxixe
Também nessa quarta-feira, a Polícia Federal prendeu um brasileiro que desembarcava no Aeroporto Internacional de Guarulhos (SP), com mais de sete quilos de haxixe na bagagem. Ele havia partido de Milão (Itália) e, ao passar as malas pelo aparelho de raios-x, foi detectada a presença de volumes contendo uma substância orgânica em sua estrutura.
Os agentes da Receita Federal acionaram os parceiros da PF na unidade, que conduziram o suspeito e os seus pertences à delegacia do aeroporto para que fossem realizados os exames periciais, na presença de testemunhas. Os peritos então localizaram o entorpecente (similar à maconha) escondida por uma placa de madeira compensada.
Nesse momento, o passageiro recebeu voz de prisão e confessou aos policiais que receberia uma quantia em euros pelo transporte da mala, que seria entregue em São Paulo a um indivíduo supostamente desconhecido. O homem foi encaminhado a um presídio estadual paulista e ficará à disposição da Justiça, respondendo pelo crime de tráfico internacional de drogas. (O SUL)

0 comentários: