sexta-feira, setembro 01, 2017

Campeões do Brangus na Expointer vem de Alegrete e São Borja


A divulgação dos resultados na exposição de Brangus na tarde desta segunda-feira (28) demonstrou a predominância dos produtores da Fronteira Oeste do Rio Grande do Sul. Criatórios de Alegrete e São Borja e Uruguaiana levaram todos os principais prêmios, entregues durante o coquetel na sede da Associação Brasileira de Brangus. 

Sebástian Pizarro, médico veterinário argentino radicado no Paraguai, atuou como jurado pela primeira vez no Rio Grande do Sul e garante a qualidade avaliada por ele. “O que vi foi excelente, com um presente muito bom e também um bom futuro. Quando temos essas condições, a raça está bem assegurada em seu desenvolvimento”. 

A Estância Guarita, de Alegrete, levou o título de Grande Campeã com a terneira Adaga 143, de 1 ano e 2 meses. Também ficou com o Reservado de Grande Campeão entre os machos. Átila Dornelles, administrador da propriedade, conta que o projeto Brangus na empresa iniciou há dois anos. “Traçamos um objetivo quando começou, com metas, prazo e retorno, e os resultados vieram muito antes do que imaginávamos, na primeira geração nascida sob nossa supervisão. É fantástico conseguir retorno em prazo tão curto”, avalia. Pizarro define a grande campeã como uma terneira muito completa em características funcionais, com excelente ubre, produção de carne e linha inferior muita correta. “De fato, as seis primeira vacas eram de muito grande qualidade. Não ganharam por falta de prêmio. Quando temos fêmeas dessa qualidade, temos projeção de futuro”. 

De São Borja, a Estância São Rafael garantiu o terceiro título de Grande Campeão desde 2013, desta vez MR Gango, de 2,5 anos de idade. O pai do touro foi o responsável pelo primeiro dos prêmio para a empresa, em 2013. “Musculoso, funcional, pesado mas mantendo um frame pastoril, sem muito desenvolvimento em altura. É um touro muito bom”, afirma Pizarro. 

O Reservado de Grande Campeã também veio para a região, para a Cabanha Brangus Juquiry, de Uruguaiana, com histórico de grandes campeões da feira. 

Se antes o número de inscrições já tinha superado as expectativas do presidente do Núcleo Brangus Sul, Pedro Tellechea, o final da exposição confirmou o bom momento. Agradeceu os criadores pela dedicação e elogiou o trabalho do jurado Sebástian Pizaro durante a Expointer. “Tivemos o apoio de todos para realizar isso, e que foi um sucesso muito grande. Estou emocionado com o que vocês fazem pela raça”. 

O Leilão Noite dos Campeões, com a participação dos vencedores da Nacional e também da Expointer, teve 100% de liquidez. Tellechea confirma que os vendedores não estabeleceram bases altas e tiveram retorno dos compradores. “A resposta foi expressiva. Centrais de touros, particulares, todos com muito boas aquisições”, avalia. (Portal do Produtor)

0 comentários: