terça-feira, setembro 19, 2017

Cerimonia de homenagem a Retomada de Uruguaiana na Guerra da Tríplice Aliança

Aconteceu na manhã desta segunda-feira (18) na Avenida Presidente Vargas em frente ao Obelisco, a solenidade que marca os 152 da Retomada de Uruguaiana na Guerra da Tríplice Aliança.
Estivemos acompanhados do General de Brigada Josias Pedrotti da Rosa, Comandante da 2ª Brigada de Cavalaria Mecanizada, além de autoridades civis e militares.
Uma tropa uruguaia, além de tropas do exército brasileiro e cavalarianos realizaram um desfile na avenida.

Hoje, 18 de setembro, comemoramos o episódio histórico da Retomada de Uruguaiana das mãos de tropas invasoras da nossa cidade, em 1865. Recordando o passado que a data evoca, - porque é no passado que sempre haveremos de encontrar as fontes inspiradoras de nossas atividades -, lembramos dos acontecimentos que tiveram por cenário as coxilhas desta terra abençoada, elevando-à às culminâncias da própria história da nacionalidade.
Inauguração da Placa
A segunda-feira (18) também foi marcada pela inauguração de uma placa alusiva à Retomada de Uruguaiana pelas forças da Tríplice Aliança na Guerra do Paraguai na Praça Barão do Rio Branco.
Na oportunidade, os presentes escutaram a alocução sobre a Retomada de Uruguaiana realizada pelo Professor Luiz Stábile, logo após foi a vez de o representante da Academia de História Militar Terrestre do Brasil, Carlos Fontes fazer o uso da palavra.
Dizeres da placa: Nesta cidade, no memorável dia 28 de setembro de 1865, o Tenente Coronel Antônio de la Cruz Estigarribia, entregou, de próprio punho, sua rendição com toda a sua tropa de 5.545 paraguaios ao Ministro da Guerra Angelo Muniz da Silva, que fazia acompanhar do General Caldwel e Majores Meireles e Amaral. (Foto: ASCOM/PMU)

Tags

0 comentários: