segunda-feira, setembro 04, 2017

Expointer 2017 movimentou mais de R$ 2,35 bilhões em negócios


Foto: Karine Viana
Durante a 40ª edição da Expointer, foram movimentados mais de R$ 2,35 bilhões. Os recursos representam um crescimento de 5,81% com relação ao ano passado, percentual que, no entanto, leva em consideração as vendas de veículos, ausentes em 2016. Mas, mesmo ao desconsiderar este segmento, um crescimento de aproximadamente 1% foi registrado na tradicional feira, que este ano registrou a presença de mais de 382 mil pessoas. Os números correspondem ao levantamento feito até a tarde de domingo e os dados finais devem ser divulgados na próxima terça-feira.
O setor a apresentar o maior crescimento nas vendas com relação à edição anterior foi a agricultura familiar, que totalizou cerca de R$ 2,85 milhões comercializados e um aumento de 40%. O artesanato também mostrou uma ascensão considerável. Foi R$ 1,1 milhão de vendas, que representam 7% a mais do que a 39ª Expointer. Os setores a movimentar os maiores mondantes foram o de vendas de animais, veículos e máquinas: foram R$ 10,6 milhões em animais comercializados, R$ 98 milhões em automóveis - cerca de mil unidades - e mais de R$ 1,91 bilhão em propostas encaminhadas para análise de compra de máquinas.
Durante a coletiva de encerramento, o governador José Ivo Sartori ressaltou a considerável participação de jovens nesta Expointer. De acordo com ele, as novas gerações trazem inovação e tecnologia ao meio rural, como visto em novos equipamentos, projetos e empresas expostas na feira, além de representarem uma renovação familiar nas propriedades rurais. Sartori ainda destacou que houve qualificação na infraestrutura do Parque de Exposições Assis Brasil e comentou que as melhorias são feitas dentro da capacidade do Executivo. "O Estado está fazendo a sua travessia, como a Expointer está fazendo a sua", afirmou o governador.
Sartori ainda disse que a venda de animais vem sendo alavancada e que os números foram positivos, mesmo tendo sido optado por não se trazer pássaros e aves este ano para a feira, devido a prevenções contra a influenza aviária. Ele também enfatizou a importância do setor de máquinas e implementos agrícolas gaúcho, que, segundo ele, é responsável por produzir mais de 60% das máquinas vendidas no país. Conforme presidente do Sindicato das Indústrias de Máquinas e Implementos Agrícolas (Simers), Claudio Bier, o faturamento apresentado consiste em um crescimento de 0,75% e explicou que, apesar de os números representarem propostas encaminhadas aos bancos, a expectativa é de que elas de fato virem negócio.
Além dos números financeiros, o governador do Estado comentou que mais de 20 países estiveram representados durante a 40ª edição da Expointer e que aproximadamente 20 estados brasileiros estiveram presentes somente na área de agricultura. O secretário estadual da Agricultura, Pecuária e Irrigação, Ernani Polo, deu ênfase para a segurança no Parque, que conta com Plano de Prevenção Contra Incêndio (PPCI) garantido até o ano de 2021. Polo também disse que não foram registrados furtos de veículos durante esta edição da feira. Segundo a delegacia de Polícia Civil de Esteio, houve uma diminuição de 15% no número de ocorrências, sendo que quase a totalidade delas foram referentes apenas a perda de documentos.
Números da Expointer 2017:
Público total: 382.642 pessoas
Volume de negócios: R$ 2.035.790.142,62
Faturamento em máquinas: R$ 1.923.226.000,00
Vendas da agricultura familiar: R$ 2.851.010,62
Vendas de animais: R$ 10.613.132,00
Vendas de artesanato: R$ 1.100.000,00
Vendas de veículos: R$ 98.000.000,00
Fonte:Correio do Povo

0 comentários: