segunda-feira, setembro 25, 2017

Leilão da GAP é sucesso com mais de 1000 animais a venda

Um dos principais remates da temporada de primavera, o leilão da GAP Genética teve pista limpa ontem com a venda de 1.017 animais das raças angus, brangus, hereford e braford, além de cavalos crioulos. Apesar da liquidez, a cabanha de Uruguaiana, na Fronteira Oeste, não escapou dos reflexos da baixa de preço do boi gordo nos últimos meses. A média geral do bovinos ficou em R$ 6.682 – ano passado foi de R$ 7.059. 
 

Os preços foram um pouco menores do que em 2016. A redução acompanha a baixa do mercado bovino, impactado pela crise política e econômica do país – disse Marcelo Silva, da Trajano Remates.

O animal mais valorizado foi o touro Combate, da raça brangus, vendido por R$ 36 mil. O destaque do remate ficou por conta dos investidores de fora do Rio Grande do Sul. O maior comprador foi um criador de Mato Grosso, que arrematou mais de 40 touros. Na sequência, criadores de Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Paraná e São Paulo.
Até as 20h, apenas as médias das raças haviam sido divulgadas. A maior valorização foi dos machos brangus, com média de R$ 10.733 por animal. (Gaucha ZH)

Tags

0 comentários: