quarta-feira, setembro 06, 2017

Willian faz um golaço mas a Seleção Brasileira cede o empate em 1 a 1 para a Colômbia

Foto: AFP
Chegou ao fim a série de vitórias da Seleção Brasileira sob o comando de Tite nas Eliminatórias Sulamericanas para a Copa do Mundo de 2018. Depois de nove triunfos consecutivos e de assegurar a vaga no Mundial como primeira colocada no torneio, a equipe teve uma atuação apática, sem a mesma intensidade das apresentações anteriores, e apenas empatou em 1 a 1 com a Colômbia na tarde desta terça-feira, em Barranquilla.
O jogo, válido pela décima-sexta rodada da competição, foi marcado por divididas ríspidas, forte calor, a entrada de um cachorro em campo e por belos gols. Para os brasileiros, que abriram o placar no primeiro tempo, Willian foi às redes em chute venenoso de fora da área. Para os colombianos, que reagiram no segundo tempo após serem dominados na etapa inicial, foi decisivo o faro de gol do centroavante Falcao García.
A Seleção Brasileira agora tem 37 pontos e termina sua participação nas Eliminatórias contra Bolívia, fora de casa, e contra o Chile, no Brasil. Já a Colômbia chega a 26 pontos mas perdeu a segunda colocação para o Uruguai, que venceu o Paraguai por 2 a 1 em Assunción, somando 27 pontos. A partida, iniciada às 21h, contou com as presenças em campo dos atacantes Luisito Suarez (Barcelona) pela Celeste e Lucas Barrios (Grêmio) com a camisa dos donos da casa.
O melhor
As boas defesas de Alisson e a marcação firme de Fernandinho foram algumas das poucas virtudes brasileiras em terras colombianas. Mas o que realmente fez diferença para Tite seguir invicto nas Eliminatórias foi o desempenho de Willian. O jogador do Chelsea foi eficiente para bloquear as descidas de Fabbra e Cardona pela direita da defesa, tentou armar o jogo e ainda marcou golaço de fora da área.
Forno colombiano
Os termômetros em Barranquilla variaram entre 34°C e 37°C durante a tarde desta terça-feira, com sensação térmica de mais de 40°C. O forte calor fez com que torcedores passassem mal e precisassem receber atendimento médico.
Cachorro da sorte
Aos 45 minutos do primeiro tempo, o Brasil saía em velocidade para contra-ataque com Neymar pelo lado esquerdo quando foi notada uma invasão de campo. Um cachorro atravessava o gramado calmamente, levando os torcedores ao delírio. Funcionários da organização da partida precisaram de três tentativas para conseguir pegar o animal no colo e liberar o reinício do jogo. Os brasileiros voltaram ligados, Neymar escorou para a entrada da área e Willian mandou lindo chute no ângulo esquerdo de Ospina.: 1 a 0.
Os craques rivais
A Colômbia voltou do intervalo mais ligada e contou com o talento de seus dois principais jogadores para recuperar o domínio do jogo. Falcao García mostrou seu apurado faro de gol para se antecipar a Marquinhos, que já havia sido infeliz em gol contra diante dos colombianos no primeiro turno, e cabecear com estilo, longe do alcance de Alisson, aos dez minutos. Pouco depois, em falta pela ponta esquerda, James Rodríguez ameaçou cruzar, bateu rasteiro direto para o gol e o Brasil
precisou da trave e do pé esquerdo de Alisson para evitar a virada.

Ficha técnica
Brasil: Alisson; Daniel Alves, Marquinhos, Thiago Silva (Rodrigo Caio) e Filipe Luís; Fernandinho, Paulinho, Renato Augusto (Philippe Coutinho), Willian e Neymar; Roberto Firmino (Gabriel Jesus). Técnico: Tite.
Colômbia: Ospina; Arias, Zapata, Davinson Sánchez e Fabra (Tesillo); Carlos Sánchez, Aguilar; Cuadrado (Chará), James Rodríguez e Cardona (Teo Gutiérrez); Falcao García. Técnico: José Pekerman
Local: Estádio Metropolitano Roberto Meléndez, em Barranquilla (Colômbia). Árbitro: Jesus Valenzuela (Venezuela). Auxiliares: Carlos Lopes e Jorge Urrego (ambos da Venezuela). Cartões amarelos: Cardona (COL) e Daniel Alves (BRA). (O SUL)

0 comentários: