quarta-feira, outubro 25, 2017

Uruguaianense é um dos selecionados para a Escola do Teatro Ballet Bolshoi no Brasil


Nesta terça-feira (24), o Prefeito Ronnie Mello e o Assessor Legislativo, Simão Almeida, receberam a visita do aluno de Ballet Rinaldo Cardoso Paz Júnior, da Professora de Ballet Cristina Fernandez e do apoiador Gustavo Acosta.

Rinaldo participou no último final de semana em Joinville (SC) da seleção para a Escola do Teatro Ballet Bolshoi no Brasil. Na oportunidade, o jovem uruguaianense de 15 anos foi o único gaúcho classificado tendo o seu nome divulgado na categoria Dança Clássica da 2ª a 8ª Série.

O processo seletivo contou com a participação de cerca de 600 crianças e jovens de 20 estados brasileiros Distrito Federal, Argentina e Rússia. As aulas iniciam em fevereiro de 2018 e os aprovados serão bolsistas e ingressarão no Curso de Dança Clássica que terá duração de até oito anos.

A participação para a etapa de Joinville exigiu dedicação exclusiva de Rinaldo, que se mudou para a casa da Professora Cristina onde teve uma atenção especial durante 24 horas com treinos, ensaios no Clube Comercial além do aperfeiçoamento de diversas técnicas que seriam avaliadas.

“Comecei a dançar com 13 anos. Uma vez estava caminhando na rua e passei pelo Clube Comercial e vi uma placa dizendo que tinha aula de danças ali, aí fiquei muito interessado e pedi para minha irmã me levar. Quando fui falar com a Cristina ela disse que eu seria bolsista, fiz a aula experimental e a partir daí me apaixonei pela dança. Hoje a dança para mim é tudo, é minha vida. Eu não consigo me imaginar longe da dança. Agradeço muito a professora que é uma mãe do coração para mim”, comentou Rinaldo sobre como iniciou o gosto pela atividade.

A dica que o aluno dá para os estudantes de ballet e dança que estão em busca de um sonho é nunca desistir se dedicar e se esforçar ao máximo. “Assim como eu, todos podem chegar onde estou agora basta ter muita disciplina”, finalizou Rinaldo.

De acordo com a professora Cristina Fernandez, agora o próximo passo é buscar patrocínios para ajudar a manter o aluno na casa de uma mãe social na cidade catarinense a partir de fevereiro, quando começarem as aulas na Escola. Interessados em patrocinar devem entrar em contato através do telefone: (55) 99930.2202 com Cristina Fernandez ou (+54) 937772. 500436 com Gustavo Acosta. (PMU)

Tags

0 comentários: