terça-feira, novembro 21, 2017

ESPN diz que Grêmio teria usado drone para espionar o Lanús


Antes da final da Libertadores com o Lanús, o Grêmio se envolveu em uma polêmica com o time argentino. O canal ESPN flagrou, próximo ao estádio La Fortaleza, na sexta-feira, um cinegrafista supostamente contratado pelo clube para espionar o adversário na decisão. A prática, segundo a ESPN teria sido utilizada também com outros adversários na competição.
"Com o auxílio de um drone ou usando câmeras escondidas em árvores, prédios e muros, a equipe de Renato Gaúcho teve acesso aos segredos e estratégias de todos os seus rivais: escalações, jogadas ensaiadas, esquemas táticos", escreveu a ESPN em seu site.

Um vídeo publicado pelo canal mostra o cinegrafista com um drone nas mãos nas cercanias do La Fortaleza. Ao ser abordado pela reportagem da ESPN, o homem negou ter envolvimento com o Grêmio e disse que só fazia registros fotográficos da atividade.
— Não trabalho, amigo. Só faço foto — afirmou o cinegrafista.
Depois da abordagem da ESPN, o cinegrafista foi detido por duas horas pela polícia de Lanús e teve registrado em um documento que estava espionando o clube argentino. Ainda segundo a ESPN, o Grêmio também teria utilizado a prática contra o Barcelona, de Guayaquil, Botafogo e Godoy Cruz, que teriam tido suas jogadas mapeadas pelo drone.
A direção do Grêmio nega envolvimento com o caso do drone. GaúchaZH tentou contato com os dirigentes após a divulgação da reportagem da ESPN, mas nenhum atendeu ao telefone. (GauchaZH)

0 comentários: