• Começa oficialmente a campanha presidencial da Rússia


    A campanha para a eleição presidencial na Rússia, na qual o presidente Vladimir Putin aspira obter um quarto mandato, começou oficialmente nesta segunda-feira com a publicação do decreto de convocação para a votação em 18 de março no diário oficial Rossiyskayaa Gazeta. O decreto confirma a data de 18 de março, decidida na sexta-feira passada pelo Conselho Federal da Rússia, a câmara alta do Parlamento.

    O dia 18 de março coincidirá com o quarto aniversário da anexação da península ucraniana da Crimeia pela Rússia, dois dias depois da celebração de um referendo considerado ilegal pela Ucrânia e os países ocidentais. Putin, no poder desde o ano 2000, seja como presidente ou primeiro-ministro, anunciou na semana passada que seria candidato a um quarto mandato presidencial.

    Em caso de reeleição, Putin permanecerá mais seis anos na presidência, até 2024, o que faria dele o governante russo de maior longevidade no poder depois de Stalin. Putin, que se apresenta como candidato independente e não do partido Rússia Unida como nas eleições anteriores, aparece com 75% das intenções de voto na pesquisa mais recente do Instituto Levada.

    Seu principal opositor, Alexéi Navalni, provavelmente não poderá disputar a eleição por várias condenações na justiça, em particular por desvio de fundos. Navalni acusa o governo de ter inventado os processos para impedir sua candidatura. De acordo com a presidente da Comissão Eleitoral Central, Ella Pamfilova, até o momento 23 candidatos "expressaram o desejo de participar" nas eleições presidenciais.

    Entre os candidatos estão os líderes do Partido Comunista, do ultranacionalista Partido Liberal Democrata da Rússia (LDPR), com representação parlamentar, e a liberal Ksenia Sobchak, filha de Anatoli Sobchak, ex-prefeito de São Petersburgo e mentor político de Putin.

    Nenhum destes candidatos aparece com mais 10% das intenções devoto na pesquisa do instituto Levada. (Correio do Povo)
  • You might also like

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário