• O governo gaúcho suspendeu as aulas da rede pública nesta segunda devido à greve dos caminhoneiros

    Foto: Banco de Dados
    A Seduc (Secretaria Estadual de Educação) informa que está orientando as CRES (Coordenadorias Regionais de Educação) a suspenderem as aulas nesta segunda-feira (28), em toda a rede pública estadual, devido à greve dos caminhoneiros.
    A secretaria ressalta, no entanto, que nenhum aluno será prejudicado, já que as aulas serão totalmente recuperadas oportunamente. A Seduc informa, também, que nesta segunda-feira, estará avaliando a manutenção ou não desta suspensão, atenta aos desdobramentos da greve, e na busca do melhor para os alunos e da comunidade escolar.
    Universidades
    No RS, universidades também suspenderam as atividades acadêmicas nesta segunda-feira (28). São elas Ufrgs (Universidade Federal do Rio Grande do Sul), Pucrs (Pontifícia Universidade Católica do RS), Unisinos (Universidade do Vale do Rio dos Sinos), Univates (Universidade do Vale do Taquari), UFEPEL, (Universidade Federal de Pelotas) e UCS (Universidade de Caxias do Sul)
    Gabinete de Crise
    O Gabinete de Crise no Rio Grande do Sul criou canais para ouvir a sociedade e triar demandas urgentes. A força-tarefa, que monitora e busca soluções diante da greve dos caminhoneiros, está permanentemente reunida no DCCI (Centro de Informações do Departamento de Comando e Controle Integrado), da Secretaria da Segurança Pública, em Porto Alegre. O objetivo é identificar as prioridades de cada secretaria que faz parte do grupo (Saúde, Segurança Pública, Transporte e Agricultura) para otimizar o trabalho de escolta da BM (Brigada Militar).
    O acompanhamento de viaturas policiais será usado, quando necessário, para diminuir os impactos do desabastecimento nas cidades gaúchas e normalizar a circulação de produtos essenciais, como remédios, alimentos perecíveis, combustível e insumos químicos para tratamento de água potável, entre outros itens.
    Segundo o coordenador do Gabinete de Crise, coronel Alexandre Martins, a maior necessidade, no momento, é a entrega de combustível para áreas prioritárias, como viaturas da Segurança Pública, ambulâncias e veículos do transporte público. Os canais para ouvir a sociedade são email: gabinetecrise-defesacivil@casamilitar.rs.gov.br;  celular e Whatsapp: (51) 984012527; e telefone fixo:(51) 3288-7045 (SSP-RS). (O SUL)
  • You might also like

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário