• Por causa da greve dos caminhoneiros, a Latam isentou os passageiros do pagamento de tarifa para remarcar os voos

    Foto: Reprodução
    A Latam informou, nesta quarta-feira (23), que isentará os consumidores da taxa de remarcação de passagem para nova data à escolha do cliente, sem multas, em voos domésticos com partidas, chegadas ou conexões programadas para os aeroportos de Aracaju (SE), Brasília (DF) e Recife (PE).
    Segundo o portal de notícias G1, a Infraero informou que os aeroportos de Congonhas, Palmas, Recife, Maceió e Aracaju tinham combustível apenas até esta quarta, em razão da paralisação dos caminhoneiros em todo o País. A Latam disse estar avaliando os possíveis impactos desta contingência nos aeroportos e em sua operação aérea e afirmou que informará caso forem cancelados voos por esta contingência.
    Segundo a Latam, os passageiros podem fazer a remarcação sem multa direto no site da empresa no link “Minhas Viagens”, pela Central de Vendas, Informações, Fidelidade e Serviços (4002-5700 nas capitais ou 0300-570- 5700 nas demais localidades do Brasil) ou numa das lojas da companhia.
    A companhia aérea recomendou que os passageiros com viagens programadas para este período consultem o serviço “Status de Voos” para verificar a situação das operações nos aeroportos.

    A Azul informou por meio de nota que está acompanhando a situação do contingenciamento de combustível em alguns aeroportos para determinar quais os impactos em suas operações. A Gol afirmou que está aplicando medidas de contingência em toda a sua operação para minimizar os impactos aos seus passageiros. E recomenda que seus clientes verifiquem a situação de seus voos junto à companhia antes de saírem para o aeroporto.
    A Avianca Brasil disse que teve as operações minimamente afetadas até a noite desta quarta-feira. E que está acompanhando o cenário para tomar medidas que se fizerem necessárias.
    A Abear (Associação Brasileira das Empresas Aéreas) alertou, em nota divulgada na noite desta quarta sobre “impactos para as operações aéreas em decorrência da falta de abastecimento de combustível em alguns aeroportos brasileiros”.
    Informou, porém, que ainda não é possível contabilizar o número de voos ou rotas impactadas. A orientação ao passageiro é para que verifique o status de voo junto à empresa aérea pela qual irá voar antes mesmo de sair de casa para ir para o aeroporto, já que podem haver atrasos e cancelamentos.
    A entidade frisou que a aviação brasileira segue padrões de segurança que determinam a quantidade de combustível necessária para cada voo. (O SUL)
  • You might also like

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário