• Prefeitura de Uruguaiana quita valores referentes a cirurgias eletivas realizadas em abril

    Evitando o transtorno de um paciente ter que se deslocar para outro ponto do Estado para a realização de um procedimento cirúrgico, desde o ano passado a Administração Municipal, através da Secretaria Municipal da Saúde, passou a disponibilizar recursos para serem utilizados na cobertura das chamadas “cirurgias eletivas”.
    Esses procedimentos (cirurgias eletivas) são aqueles que podem ser postergados por até um ano, sem causar grandes problemas ao paciente.
    Em abril de 2017, a Prefeitura Municipal de Uruguaiana firmou convênios para a complementação das cirurgias eletivas realizadas pelo Sistema Único de Saúde (SUS), cobrindo valores referentes às cirurgias eletivas, anestesias e videolaparoscopias.
    No ano passado, o Município investiu um total de R$ 289.579,25 ou 32,61% do valor total disponibilizado. Cabe salientar que o valor disponível era de R$ 887.850,00.
    Para 2018, conforme a Secretaria Municipal de Saúde, o orçamento prevê um valor disponível de R$ 1.299.150,00 para serem utilizados na realização das cirurgias eletivas (R$ 510 mil); vídeolaparoscopias (R$ 381.150,00) e anestesiologias (R$ 408 mil).
    Somente no mês de abril de 2018 foram realizados 76 procedimentos cirúrgicos, perfazendo um total de R$ 48.567,00 pagos nesta terça-feira (22), através da liberação dos empenhos realizada através do despacho do prefeito Ronnie Mello com os secretários da Fazenda, Valdir Venes da Rosa e Francisco Casqueiro.
    Conforme o prefeito Ronnie Mello a retomada da realização das cirurgias eletivas busca reduzir o problema de muitas pessoas que tinham que se deslocar a outras cidades para serem atendidas por especialistas de diversas áreas. “A nossa meta é reduzir ainda mais esse problema, por isso o valor disponibilizado para cobrir essa demanda foi aumentado este ano”, garante.
    Porém, para que seja diminuída ainda mais a demanda reprimida em torno das cirurgias eletivas é necessário que os profissionais médicos e a estrutura do Hospital Santa Casa de Caridade de Uruguaiana para a realização dos procedimentos estejam prontos para atender aos pacientes uruguaianenses.  (PMU)
  • You might also like

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário