sábado, maio 12, 2018

Sobe para 271 número de casos confirmados de toxoplasmose em Santa Maria

Foto: Prefeitura Santa Maria
Subiu para 271 o número de casos confirmados de toxoplasmose em Santa Maria, conforme foi divulgado nesta sexta-feira pelo governo do Rio Grande do Sul e prefeitura municipal. De acordo com o boletim de investigação, a cidade está com 847 casos notificados, sendo que 605 são considerados suspeitos e 230 ainda estão em investigação. Dos 271 confirmados, 24 são grávidas.
Dois boletins também foram divulgados relacionados ao atendimento de pacientes doentes ou que apenas apresentaram sintomas. No Hospital de Santa Maria, foram realizados 84 atendimentos e na Casa 13 de Maio, 85, onde 38 casos são de toxoplasmose aguda. Eles já foram encaminhados para o Hospital de Santa Maria.
Água 
Os laudos de análise da água da cidade, realizado pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), revelaram que as amostras coletadas foram consideradas negativas quanto à presença de DNA de Toxoplasma gondii. No entanto, conforme o superintendente da Vigilância em Saúde do Município, Alexandre Streb, os dados se referem apenas a um período específico.
Com isso, eles são considerados dados preliminares e não totalmente conclusivos, já que é necessário, também, que os laudos sejam avaliados em conjunto com as demais investigações epidemiológicas que estão sendo feitas pelo município.
De acordo com Streb, as novas análises deverão ser feitas e que é mantida a orientação de que a comunidade deve seguir bebendo água mineral ou fervida, evite alimentos crus e malpassados e lave bem legumes e verduras.
Cuidado com gestantes
A secretária de saúde do municipio de Santa Maria,Liliane Mello Duarte afirmou logo depois da divulgação do novo boletim sobre o surto de toxoplasmonse,que os números da doença preocupam mas os casos que requerem maior cuidado são as das gestantes.
"Elas devem seguir a risca os cuidados de prevenção (ferver água, não comer carne crua, descascar as frutas e lavar as verduras) e, principalmente realizar exames de toxoplasmose. Todas as gestantes estão sendo mapeadas pelas unidades de saúde e rede privada, destacou a secretária.
Segundo Liliane, as gestantes diagnosticas com a doença estão sendo encaminhadas para tratamento no Hospital Universitário de Santa Maria onde foi formada uma equipe especialmente para as mesmas. Os produtores rurais e agricultores também estão recebendo orientações para que tenham cuidado em manusear os alimentos.
A secretaria de saúde informou que as orientações são para não permitir o acesso de felinos no local de produção, fazer o acompanhamento periódico da água utilizada para tratar verduras e legumes a fim de evitar a contaminação com microorganismos, seguir as regras e normas de vigilância sanitária e regularizar as atividade a fim de garantir a qualidade final do produto.  (Correio do Povo)

Tags

0 comentários: