• A Espanha empatou em 2 a 2 com o Marrocos e enfrentará a Rússia nas oitavas de final

    Foto: Reprodução
    Em um jogo cheio de erros de passes e falta de criatividade, a campeã do mundo em 2010 não estava inspirada e quase perdeu para o Marrocos, que já estava desclassificado, em Kaliningrado. Mas a partida terminou em 2 a 2 e com o resultado a Espanha passou em primeiro no grupo, graças ao empate de Portugal com o Irã por 1 a 1.
    A posição no grupo coloca a Espanha contra a anfitriã Rússia, que ficou em segundo no Grupo A, em confronto que será realizado no sábado, às 11h, no Estádio Lujniki.
    O jogo
    O time da Espanha mais uma vez pareceu jogar sob a pressão e a polêmica da saída de Julen Lopetegui às vésperas do Mundial, não conseguindo justificar o seu favoritismo. A Espanha só teve lampejos de seus principais jogadores.
    O eliminado Marrocos fez boa partida, em especial na defesa, onde conseguiu anular as jogadas da Espanha pelo meio e não deixando os oponentes ganharem espaço. Quem esperava um Marrocos passivo, viu o contrário se desenhando já no começo. Agressivo, até fisicamente em alguns momentos, o time africano surpreendeu o adversário e largou em vantagem. Os gols marroquinos foram marcados por Boutaib, aos 13 minutos do primeiro tempo, e por En-Nesyri, aos 35 do segundo tempo, que entrou em seu lugar.
    O primeiro gol foi fruto de uma bobeira da zaga da Espanha. Sergio Ramos e Iniesta se atrapalharam, um deixou a bola para o outro e Boutaib aproveitou para finalizar na saída de De Gea, que não anda muito inspirado neste Mundial.
    Ainda no primeiro tempo, Iniesta conseguiu se redimir dando a assistência para Isco fazer o gol de empate, aos 18 minutos. Na segunda etapa Marrocos acertou um chute na trave. E, aos 35, En-Nesyri subiu mais que a defesa e marcou o segundo.
    Já no finalzinho do jogo, o árbitro de vídeo ajudou mais uma vez os espanhóis. Contra o Irã, o VAR anulou um gol dos iranianos no confronto que os espanhóis venceram por 1 a 0. Na partida contra o Marrocos, o VAR também apareceu. Validou o gol de Aspas, aos 46 minutos, de letra, que anteriormente havia sido anulado pelo auxiliar.
    Foi uma partida heroica para os marroquinos na despedida do Mundial. Agora, a Espanha tem pela frente a Rússia, nas oitavas de final, e Portugal desafia o Uruguai, que venceu os donos da casa e ainda não sofreu nenhum gol em toda a competição, além de contar com um elenco que tem nomes como Luis Suárez e Cavani.
    Escalações
    Fernando Hierro, técnico da Espanha, escalou De Gea, Carvajal, Piqué, Sergio Ramos, Alba, Busquets, Thiago (Asensio), David Silva (Rodrigo), Iniesta, Isco e Diego Costa (Aspas).
    Já o técnico do Marrocos, Hervé Renard, colocou em campo El Kajoui, Dirar, Da Costa, Saïss, Hakimi, El Ahmadi, Bourssoufa, N. Amrabat, Belhanda (Fajr), Ziyech (Bouhaddouz) e Boutaib (En-Nesyri). (O SUL)
  • You might also like

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário