• Celebração de acordo poderá tornar Uruguaiana e Beitunia cidades-irmãs

    Os laços de aproximação entre Uruguaiana e Beitunia foram reavivados nesta terça-feira (26), quando aconteceu mais uma visita do prefeito da cidade palestina à fronteira oeste. Ribhi Dola esteve em visita oficial ao prefeito Ronnie Mello, acompanhado do vereador Emad Hero. Ainda estiveram juntos os conterrâneos palestinos moradores de Uruguaiana, Read Barakat, presidente do Sindilojas; Nasser Othman Rahman, presidente da Sociedade Árabe Palestina de Uruguaiana e Suleiman Radi Chahin.
    O primeiro encontro entre os prefeitos aconteceu em janeiro de 2017.
    Em sua nova visita ao Brasil, Dola ressaltou o interesse de sua comunidade em tornar possível a realização de um acordo de intercâmbio entre as cidades, principalmente na área acadêmica. O prefeito palestino lembrou da existência do Colégio Agrícola Municipal que poderia gerar a realização de estágio aos alunos uruguaianenses, bem como possibilitar a vinda à Uruguaiana de especialistas no setor.
    Beitunia, uma cidade com pouco mais de 19 mil habitantes, tem na agricultura familiar a base de sua economia. A cidade é destaque na produção de oliveiras, que resultam em belíssimos azeites. Um desses exemplares foi oferecido ao prefeito Ronnie Mello como demonstração de amizade entre as cidades. Outro presente trazido foi um hatta palestino, personalizado com as bandeiras do Brasil e da Palestina.
    O prefeito Ronnie Mello agradeceu à visita e os presentes e disse que o próximo encontro entre os dois acontecerá em solo palestino. A intenção é tornar real a realização de um intercâmbio entre as cidades, seguindo o ato celebrado na semana passada entre Beitunia e Cascavel, cidade paranaense, com a qual já existe um documento firmado oficializando a aproximação entre as duas comunidades. Uma lei municipal foi aprovada em Cascavel, tornando as duas cidades irmãs. Além disso, um protocolo de intenções foi assinado entre Beitunia e a Fundetec (Fundação para o Desenvolvimento Científico e Tecnológico). A assinatura deste protocolo possibilitará o intercâmbio de informações comerciais e culturais. Neste sentido, um passo já foi dado. No ano passado, Cascavel plantou 600 mudas de oliveiras de seis espécies diferentes, através de um projeto que tem como objetivo identificar culturas viáveis para aumentar a renda dos agricultores familiares do município.
    Projetos semelhantes aos celebrados em Cascavel deverão fazer parte do acordo de cooperação que poderá ocorrer nos próximos meses entre Uruguaiana e a cidade palestina. “Como temos uma grande comunidade árabe-palestina em nossa cidade, ficará ainda mais fácil a concretização da celebração desse acordo que proporcionará avanços para os dois lados”, ressaltou o prefeito Ronnie Mello. 
    Beitunia é uma cidade palestina localizada a três quilômetros a oeste de Ramallah e 14 quilômetros ao norte de Jerusalém. A cidade fica localizada na região central da Cisjordânia, sendo a terceira maior localidade em sua província, depois de Al-Bireh e Ramallah. Além disso, Beitunia é a cidade da região que possui a maior colônia de brasileiros, chegando a 1,5 mil pessoas.  (PMU)
  • You might also like

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário