Espanha sofre, mas vence Irã e fica perto de vaga nas oitavas

Foto: Benjamin Cremel
A Espanha conseguiu nesta quarta-feira vencer o Irã por 1 a 0, em jogo do Grupo B, disputado na Arena Kazan. O resultado deixou a chave embolada, com espanhóis e portugueses na primeira posição, com 4 pontos, e o Irã em terceiro, com 3 pontos. O Marrocos é o lanterna, com nenhum ponto conquistado, e está eliminado. Na terceira e decisiva rodada, na segunda-feira, em Saransk, se enfrentam Irã e Portugal, e em Kaliningrado, a Espanha encara o Marrocos. Ambos os jogos se iniciam às 15h (horário de Brasília).

Praticamente foi um primeiro tempo de um time só, a Espanha, que sufocou o Irã em busca do gol. Os espanhóis trocavam passes e mais passes. Mas as tentativas se mostraram frustradas, pois o time asiático se manteve seguro e muito fechado na sua área. A única vez que a Fúria teve uma chance de abrir o placar foi aos 45 minutos, depois que David Silva conseguiu passar pela marcação e chutou forte, mas a bola desviou e raspou a trave. Foi um típico ataque contra defesa nos primeiros 45 minutos. 
A etapa final iniciou como terminou o primeiro tempo, com a Espanha pressionando em busca do gol, mas logo o Irã passou a surpreender, quase abrindo o placar, aos 7 minutos, quando Ansarifard chutou forte e a bola bateu na rede pelo lado de fora. Aí veio o castigo, um minuto depois. Rezaeian tentou afastar da área, mas chutou a bola na canela de Diego Costa e ela entrou no canto de Beiranvand. Espanha 1 a 0.
Aos 16 minutos, Ezatolahi fez o gol, que foi anulado por impedimento. O árbitro Clement Turpin recorreu ao VAR para invalidar o lance. O restante da partida foi burocrático, com as duas equipes apenas esperando o tempo passar. Foi uma sonolenta.
Copa do Mundo - Grupo B
Irã - 0
Beiranvand; Rezaeian, Hosseini, Pouraliganji e Hajsafi (Mohammadi); Ebrahimi, Ezatolahi, Ansarifard (Jahanbakhsh) e Jahanbakhsh; Azmoun e Amiri (Ghoddos). Técnico: Carlos Queiroz.
Espanha - 1
De Gea; Carvajal, Piqué, Sergio Ramos e Alba; Busquets, Iniesta (Koke), David Silva e Lucas Vázquez (Asensio); Isco e Diego Costa (Rodrigo Moreno). Técnico: Fernando Hierro.
Árbitro: Andrés Cunha (Uruguai).
Local: Arena Kazan, em Kazan.
Fonte:Correio do Povo

Postar um comentário

My Instagram

Designed by OddThemes | Distributed by Blogger Themes