• Japão e Senegal empatam em 2 a 2 e dividem liderança do Grupo H

    Foto: Reprodução
    Na Arena Ecaterimburgo, Japão e Senegal, que venceram na primeira rodada, ficaram no 2 a 2 e agora dividem a liderança do Grupo H com 4 pontos. A seleção africana ficou na frente duas vezes, mas o Japão buscou o empate.
    No primeiro tempo, Mané, meio sem querer, fez 1 a 0 aos 8 minutos. Aos 34, Inui, com um belo gol, empatou. Na segunda etapa, Wague colocou Senegal à frente outra vez, mas logo em seguida o veterano Honda empatou, dando números finais ao jogo.
    Na última rodada do Grupo H, na próxima quinta-feira (28), o Japão pega a Polônia na Arena Volgogrado. Já Senegal terá a Colômbia pela frente na Arena Kazan. Os dois jogos começam ao mesmo tempo, às 15h (horário de Brasília).
    Jogo
    A Arena Ecaterimburgo viu um dos jogos mais equilibrados desse Mundial. O Japão, com mais posse de bola, controlou um pouco mais as ações durante o primeiro tempo. Mas viu a rápida seleção senegalesa criar mais chances de gol.
    E foi dessa forma que saiu o primeiro gol do jogo, logo aos 10 minutos. Após bola cruzada pela direita, o volante Haraguchi errou o cabeceio e a bola sobrou para Sabaly, que bateu forte. O goleiro Kawashima deu rebote, a bola bateu em Mané, na pequena área e entrou: Senegal 1 a 0.
    Em vantagem, o time africano se recuou mais ainda, esperando a seleção japonesa e explorando mais ainda os contra-ataques. O Japão, com bom toque de bola, pressionou bastante e acabou chegando ao empate aos 34 minutos. Mas até lá perdeu boas oportunidades com Osako, aos 15, e Shibazaki, aos 20 minutos.
    Aos 34 minutos, Nagatomo recebeu lançamento na área e fez um ótimo domínio. Inui aproveitou o lance, pegou a bola e acertou um lindo chute no canto esquerdo do goleiro Khadim N’Diaye. Melhor em campo, a seleção japonesa quase virou aos 37, com outro bom chute de Inui.
    2º tempo
    As duas seleções voltaram com a mesma formação e o panorama do jogo seguiu parecido, com o Japão tendo mais posse e Senegal saindo nos contra-ataques. Mas a seleção japonesa, no entanto, foi quem criou mais chances de gol. Aos 3 minutos, Osako quase marcou de cabeça, mas parou no goleiro de Senegal.
    Aos 14 minutos, Osako recebeu cruzamento da direita de Shibazaki, mas furou na cara do gol, perdendo um gol incrível. Aos 19 minutos, num rápido ataque, o atacante Osako deu um belo toque de calcanhar para Inui, que chegou batendo bem na bola, no lado direito, e quase marcou outro belo gol. Mas a bola bateu no travessão.
    Mas Senegal, com jogadores mais técnicos, voltou a ficar à frente do placar. Aos 26 minutos, Sabaly fez boa jogada pela esquerda e cruzou. Niang errou o domínio e a bola sobrou para Wague, na direita, que encheu o pé para fazer 2 a 1 para Senegal.
    Aos 29 minutos, após cobrança de escanteio, Osako chutou e a bola explodiu no zagueiro Sané. O árbitro italiano Gianluca Rocchi pediu ajuda para o auxiliar de vídeo, já que a bola bateu no braço do senegalês. Mas após a revisão o juiz mandou seguir o jogo. Mas em seguida, após pressionar bastante, o Japão empatou novamente.
    Aos 33 minutos, Osako cruzou da direita e o goleiro Khadim N’Diaye falhou na saída pelo alto. A bola ficou com Inui na esquerda, que cruzou para a área. O experiente Honda, que entrou na segunda etapa no lugar de Kagawa, aproveitou e empatou o jogo. (O SUL)
  • You might also like

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário