• O jogador Kane marcou dois gols e garantiu a vitória da Inglaterra contra a Tunísia

    Foto: Reprodução
    Inglaterra e Tunísia iam construindo um surpreende empate na tarde desta segunda-feira (18) em partida pelo Grupo G do Mundial, na Volgogrado Arena, quando, nos últimos minutos, os ingleses conseguiram superar os tunisianos. O placar foi de 2 a 1 e os gols foram marcados por Harry Kane, pela Inglaterra, e Ferjani Sassi, de pênalti, pela Tunísia.
    Com o resultado, a Inglaterra fica em segundo lugar do grupo, que é liderado pela Bélgica, que venceu pela manhã o Panamá por 3 a 0 e tem maior saldo de gols. Depois vem a Tunísia e o Panamá.
    A Inglaterra enfrenta o Panamá no domingo (24), às 9h, em Níjni Novgorod. Já a Tunísia pega a Bélgica um dia antes, no sábado (23), no estádio Spartak, em Moscou, também às 9h.
    O jogo
    A Inglaterra começou bem, criando uma chance atrás da outra. O gol não demorou a sair. Aos 10, o zagueiro Stones acertou uma incrível cabeçada, e o goleiro Hassen fez uma grande defesa. No rebote, Kane não perdoou e mandou para dentro. Em seguida, devido a uma lesão, o goleiro tunisiano precisou ser substituído. Parecia fácil para os ingleses, até que Walker, aos 32, cometeu um pênalti, que Ferjani Sassi converteu, recolocando a Tunísia no jogo. Stones e Lingard ainda tiveram chances claras para marcar, mas falharam.
    No segundo tempo, o time inglês sentiu a pressão. Muitas falhas foram aparecendo entre os jogadores, impedindo que o placar aumentasse. Dele Alli praticamente sumiu no jogo, Sterling errava tudo e Kane mostrava dificuldade, recebendo de costas entre os zagueiros. A Tunísia procurava segurar o empate e tentar marcar em caso de abertura em um contra-ataque.
    Sterling foi o primeiro a sair, aos 23 minutos. O técnico colocou Rashford para ajudar Kane a brigar com os zagueiros. Delle Alli deu lugar a Loftus-Cheek. E a Inglaterra continuou tentando entrar pelo meio, com os alas Trippier e Young sendo pouco acionados.
    Quando parecia que o jogo terminaria em empate, aos 46 minutos Harry Kane apareceu novamente e, de cabeça, fez Inglaterra 2 a 1.
    Apesar de ser considerado o melhor centroavante do mundo, os gols sobre a Tunísia foram os primeiros de Harry Kane em grandes competições representando a Inglaterra. Havia passado em branco no Europeu Sub-21, em 2015, e também na Euro de 2016, quando a seleção inglesa foi eliminada pela Islândia nas oitavas de final. Mas o capitão do tim, só precisou de duas chances claras para resolver o jogo. Agora Kane chega a 15 gols em 25 jogos com a camisa da seleção.
    Escalações
    O técnico da Tunísia, Nabil Maaloul, colocou em campo Hassen (Ben Mustapha), Meriah, Ben Youssef, Bronn, Maâloul, Ferjani Sassi, Skhiri, Badri, Sliti (Ben Amour), F. Ben Youssef e Khazri (Saber Khalifa).
    Já o técnico Gareth Southgate chamou Pickford, Trippier, Walker, Stones, Maguire, Ashley Young, Henderson, Dele Alli (Loftus-Cheel), Lingard (Dier), Sterling (Rashford) e Kane. (O SUL)
  • You might also like

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário