• A Inglaterra venceu a Colômbia nos pênaltis e vai às quartas de final contra Suécia

    Foto: Reprodução
    Campeã do mundo em 1966, a Inglaterra garantiu vaga nas quartas de final ao vencer a Colômbia nos pênaltis, por 4 a 3, após empate por 1 a 1 nos 120 minutos nesta terça-feira (3), na Arena Spartak, em Moscou. A Inglaterra fez o primeiro gol de pênalti com o artilheiro do torneio, Harry Kane, que chegou a seis gols. Mina empatou no último minuto do tempo normal, de cabeça, mas nos pênaltis os colombianos erraram duas cobranças e os ingleses avançaram.
    A partida foi muito disputada e um pouco violenta, com oito cartões amarelos distribuídos (seis para os colombianos). O primeiro gol veio aos 11 do primeiro tempo, após pênalti cometido por Carlos Sánchez em Harry Kane. O artilheiro inglês foi para a cobrança e com facilidade deslocou o goleiro Ospina. O empate colombiano foi nos acréscimos, no primeiro escanteio que os colombianos tiveram no jogo, o zagueiro Yerry Mina subiu mais que todo mundo e, de cabeça, marcou seu terceiro gol no Mundial.
    Sem gols na prorrogação, a partida foi para os pênaltis. Ospina pegou a cobrança de Henderson, mas Uribe chutou no travessão e Pickford defendeu o pênalti de Bacca. Dier converteu a última cobrança e os ingleses venceram por 4 a 3. Nas quartas de final, a Inglaterra enfrenta a Suécia, no próximo sábado, às 11 horas (de Brasília), em Samara.
    A partida marcou duas escolas distintas de futebol que parecem ter retomado a boa fase. Colombianos e ingleses apresentaram equipes renovadas, com jogadores jovens e que recuperaram o prestígio das suas seleções, especialmente no caso dos europeus, campeões mundiais em 1966 e que, Mundial após Mundial, chegam como uma das favoritas.
    A Colômbia teve uma baixa importante: o meia James Rodríguez, craque do time e artilheiro da competição do Brasil (2014), não se recuperou de uma lesão e ficou de fora da partida. O atacante Miguel Borja, do Palmeiras, também não foi relacionado nem mesmo para o banco de reservas.
    Ficha técnica:
    Colômbia 1 x 1 Inglaterra (3 a 4 nos pênaltis)
    Arena Spartak (Moscou)
    Árbitro: Mark Geiger (EUA); Gols: Harry Kane, aos 12 minutos do 2º tempo, Yerri Mina, aos 48 do 2º;
    Cartões Amarelos: Henderson (Inglaterra); Barrios, Arias, Falcao García, Bacca, Cuadrado (Colômbia)
    COLÔMBIA: Ospina; Arias (Zapata, aos 11 do 2º tempo da prorrogação), Davinson Sánchez, Yerry Mina e Mojica; Barrios, Carlos Sánchez (Uribe, aos 34 do 2º) e Lerma (Carlos Bacca, aos 17 do 2º), Cuadrado, Quintero (Muriel, aos 43 do 2º) e Falcão Garcia. Técnico: José Pekerman.
    INGLATERRA: Pickford; Walker (Rashford, aos 8 do 2º da prorrogação), Stones e McGuire; Trippier, Delle Ali (Dier, aos 36 do 2º), Henderson, Lingard e Young (Rose, aos 12 da prorrogação); Kane e Sterling (Vardy, aos 43 do 2º). Técnico: Gareth Southgate. (O SUL)
  • You might also like

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário