• A polícia prendeu em flagrante um servidor da prefeitura de Gravataí que pediu propina a um empresário

    Foto: Polícia Civil
    Agentes da Delegacia de Repressão aos Crimes Contra a Administração Pública e Ordem Tributária do Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais) prenderam, na manhã desta quinta-feira (19), um servidor da prefeitura de Gravataí, na Região Metropolitana de Porto Alegre. O homem, de 62 anos, foi autuado em flagrante pelo crime de corrupção passiva. Com o indivíduo, foram apreendidos 5 mil reais em dinheiro recebidos como propina.
    Segundo os delegados Andre Lobo Anicet e Max Otto Ritter, as investigações iniciaram depois que um empresário informou que o servidor municipal de Gravataí estaria solicitando “ajuda financeira”. “Houve uma licitação para contratação emergencial vinculada à Secretaria da Educação e, após o empresário vencer o certame, passou a receber mensagens e ligações do servidor, que pedia uma ajuda financeira no valor de 10 mil reais. O servidor alegou para o empresário que esse valor seria referente a sua comissão, eis que é o responsável pela contratação na prefeitura”, explicou a Polícia Civil.
    Mesmo após o empresário alegar que não dispunha daquele dinheiro, o servidor entrou mais uma vez em contato, solicitando, desta vez, a quantia de 5 mil reais. Nesta ocasião, o servidor marcou encontro com a vítima em local público na cidade de Gravataí para a entrega do valor, oportunidade em que os policiais civis da delegacia especializada presenciaram o ato e realizaram a prisão em flagrante, conforme os delegados Anicet e Ritter. (O SUL)
  • You might also like

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário