• Cruz Vermelha inaugura sede em Santa Rosa

    Foto: Felipe Dorneles
    A filial da Cruz Vermelha em Santa Rosa, que atua há quase dez anos no atendimento a vítimas de sinistros na região, inaugurou nesta segunda-feira sua sede. Os recursos e a mão de obra para a obra foram doados pela comunidade. Presidente da filial, Regis Bonmann lembra que no ano passado foi cogitado o encerramento das atividades. “Passávamos por várias dificuldades financeiras”, afirma. Porém, o grupo de 33 voluntários ativos começou uma série de articulações com os governos do Estado e municipal, o que resultou na cedência de um prédio em desuso na sede do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) na cidade.
    Regis assumiu nesta semana a presidência, é voluntário desde o começo das ações no município e integra a diretoria há duas gestões. Ele conta que antes da sede própria, os materiais utilizados para treinamentos, resgates e doações eram armazenados na casa dos funcionários. “Alugávamos uma sala no centro da cidade, mas o tamanho não era suficiente para armazenar o que precisávamos. Com o tempo, não havia mais condições de manter o pagamento deste aluguel.” 
    A sede possui área de 650 metros quadrados, sendo 150 de área construída, e está localizada na avenida América, no Centro. O investimento de R$ 150 mil, usado para a reforma do prédio cedido pela Daer, foi conquistado por meio de doações da comunidade, empresas locais e prefeitura, além de eventos promovidos para arrecadar recursos. A mão de obra veio do 19º Regimento de Cavalaria Mecanizado de Santa Rosa.
    A Cruz Vermelha possui nove filiais no interior do Estado. A de Santa Rosa atua no atendimento a vítimas de sinistros como enchentes, temporais, incêndios e acidentes de trânsito, além de atuar na prevenção, com palestras e cursos. A unidade completa dez anos de atuação em novembro e já formou mais de 3 mil socorristas. “São pessoas capazes de prestar os primeiros atendimentos à vítimas de sinistros”, destaca. O atendimento ao público ocorre de segunda a sexta-feira, à tarde, além do plantão 24 horas via WhatsApp (55) 999 568 697.  (Correio do Povo)
  • You might also like

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário