• Boca Juniors vence o Palmeiras e se aproxima da final

    Foto: Alejandro Pagni
    Apesar de fazer partida consistente em Buenos Aires, o Palmeiras perdeu por 2 a 0 para o Boca Juniors pelo jogo de ida da semifinal da Libertadores, nesta quarta-feira. Desta forma, larga em desvantagem na disputa por uma vaga na decisão que poderá ser contra o Grêmio, vencedor da partida de ida contra o River Plate.
    Darío Benedetto saiu do banco de reservas na segunda etapa para decidir para o time argentino. O atacante abriu o placar de cabeça, aos 38 minutos, e fez lindo gol em chute de fora da área para dar números finais ao confronto, aos 42.
    Foi a primeira derrota fora de casa da equipe paulista na competição continental. Nos cinco jogos anteriores, o Palmeiras venceu todos os rivais, inclusive o Boca na fase de grupos antes de chegar às semifinais. Agora, o Verdão precisa vencer pelo mesmo placar para levar o jogo para os pênaltis ou emplacar três ou mais gols de diferença para avançar. Além disso, sofrerá a ameaça do saldo qualificado.
    Apesar de jogar pressionado pela barulhenta torcida adversária, o Palmeiras não se amedrontou e segurou a pressão iniciada proposta pelo Boca nos minutos iniciais. Os argentinos tocavam bem a bola, mas não conseguiam encontrar espaços na bem organizada defesa paulista. As melhores chances vieram em chutes de longa distância de Olaza (25 minutos) e Jara (33), ambos defendido com segurança por Weverton, que se recuperou de uma saída equivocada pelo alto que quase se transformou em gol de cabeça de Izquierdoz (15).
    O Verdão se arriscou pouco no ataque e se enrolou para sair em velocidade no contra-ataque. Willian e Dudu tentaram de fora da área, mas mandaram por cima do gol e não geraram nenhum perigo para Rossi.
    Na volta do intervalo, as equipes mantiveram suas posturas e a partida continuou muito disputada, mas com poucas chances de gol. A primeira chance do Palmeiras só veio aos 23 minutos, com Dudu arriscando da meia lua em chute muito perigoso com a canhota.
    Aos 36, o Boca quase abriu o placar em cobrança de falta perigosíssima de Olaza. Weverton voou para buscar a bola no ângulo esquerdo e evitar o gol mandando a bola para escanteio, inclusive chocando-se com a trave na sequência do lance.
    Na cobrança, porém, o arqueiro não conseguiu segurar a cabeçada de Benedetto. O atacante, que tinha acabado de entrar no lugar de Ábila, subiu mais alto que a defesa para cabecear como manda o protocolo, abrindo o placar aos 38 minutos. Embalados, os hermanos ainda ampliaram aos 42, num golaço de Benedetto, que limpou a marcação e chutou de fora da área. (Correio do Povo)
  • You might also like

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário