• O Grêmio goleou o Atlético Tucumán por 4 a 0 e vai enfrentar o River Plate nas semifinais da Libertadores

    Foto: Lucas Uebel
    Precisando reverter o placar desfavorável de 2 a 0 no primeiro jogo, na Argentina, o Atlético Tucumán até foi para cima do Grêmio no início do jogo decisivo da noite desta terça-feira (2) na Arena, em Porto Alegre, mas não aguentou e acabou derrotado por 4 a 0. Os gols foram marcados por Luan, Cícero, Sánchez (contra) e Jael.
    Nos primeiros minutos, o meio-campo gremista mostrava desentrosamento e, assim, os argentinos conseguiram criar algumas boas chances de abrir o placar, sem sucesso.
    Aos 27 minutos da primeira etapa, Everton recebeu um belo passe de Cícero e finalizou bem, porém a bola passou rente à trave e bateu na rede pelo lado de fora.
    Em seguida Acosta por pouco não marcou um golaço na Arena. Como resposta, Luan abriu o marcador.
    Léo Moura cruzou da direita para Thaciano, que errou o cabeceio. A bola sobrou para Luan, que, quase em cima da linha, entrou com ela para o fundo das redes.
    Dez minutos depois, Luan passou para Alisson que, em velocidade, driblou o goleiro, mas foi derrubado por ele dentro da área. O juiz Roberto Tobar assinalou o pênalti e após consultar o VAR árbitro de vídeo, expulsou Lucchetti.
    Cícero ampliou a vantagem Tricolor.
    Já nos acréscimos, aos 49, Thaciano marcou o que seria o terceiro gol, mas o auxiliar marcou impedimento.
    Na etapa complementar, com o Grêmio controlando totalmente a partida, logo aos 7 minutos, veio o terceiro gol da noite.
    Luan tocou para Alisson, que chutou e, em um lance de “pinball”, a bola bate em Lamas e acertou Sánchez. O goleiro mandou para trás. Mercier ainda se atirou para tentar evitar, mas não conseguiu.
    Já no finalzinho da partida, Jael recebeu de Douglas, invadiu a área e foi derrubado por Cabral. Pênalti.
    Jael bateu rasteiro e deslocou o goleiro Sánchez, que saltou para o lado esquerdo. Gol e fim de jogo.
    Com a vitória, o Grêmio voltará à Argentina pela Libertadores. Desta vez, para Buenos Aires, onde enfrentará o River Plate nas semifinais. O River venceu o clássico contra o Independiente por 3 a 1. A primeira partida havia sido empate sem gols.
    Por ter melhor campanha na primeira fase da competição, O Tricolor decide a vaga para a final em casa. A Conmebol ainda não confirmou a data da partida de ida, mas a tendência é que seja realizada no dia 24 ou 25 de outubro.
    Ficha técnica
    Grêmio: Marcelo Grohe, Léo Moura, Pedro Geromel, Kannemann (Paulo Miranda), Bruno Cortez, Matheus Henrique, Thaciano, Alisson (Douglas), Cícero, Luan, Everton (Jael). Técnico: Renato Portaluppi.
    Atlético Tucumán: Lucchetti (expulso), San Román, Lamas (Patrón), Cabral, Abero, Aliendro, Mercier, Acosta, Barbona (Sánchez), Luis Rodríguez, Leandro Díaz (Leyes). Técnico: Ricardo Zielinski.
    Público total: 47.304 torcedores.
    Arbitragem: Roberto Tobar (CHI), auxiliado por Christian Schiemann (CHI) e Claudio Rios (CHI). VAR (árbitro de vídeo): Júlio Bascuñan (CHI). (O SUL)
  • You might also like

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário