• A redação do Enem teve como tema a “manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet”

    Foto: Marcos Santos
    O tema da redação do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) deste ano foi a “manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet”, de acordo com o Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira).
    O texto das redações do Enem deve ser dissertativo-argumentativo, com até 30 linhas, e desenvolvido a partir da situação-problema e de subsídios oferecidos pelos textos motivadores. O texto dissertativo-argumentativo precisa ser opinativo e organizado para a defesa de um ponto de vista. A opinião do autor deve estar fundamentada com explicações e argumentos.
    Os critérios de correção da redação, com cinco competências, estão detalhados na Cartilha de Participante – Redação no Enem 2018. As provas começaram às 13h30min deste domingo (04), e os participantes precisaram resolver as questões em até 5 horas e 30 minutos. Aqueles com direito a tempo adicional e que solicitaram o recurso durante a inscrição receberam uma hora a mais. Deficientes auditivos e surdos que optaram por fazer a Videoprova Traduzida em Libras tiveram duas horas a mais de prova.
    Enem
    O domingo foi o primeiro dia de prova do Enem. Mais de 5,5 milhões de estudantes inscreveram-se para as provas de linguagem, ciências humanas e redação em mais de 1,7 mil municípios. O exame prossegue no dia 11 de novembro, quando serão aplicadas as provas de ciências da natureza e matemática.
    A nota do exame poderá ser usada para concorrer a vagas no ensino superior público pelo Sisu (Sistema de Seleção Unificada), a bolsas em instituições privadas, pelo ProUni (Programa Universidade para Todos) e para participar do Fies (Fundo de Financiamento Estudantil).
    Veja os temas da redação de edições anteriores do Enem, desde que foi reformulado, em 2009: Enem 2009: O indivíduo frente à ética nacional; Enem 2010: O trabalho na construção da dignidade humana; Enem 2011: Viver em rede no século XXI: Os limites entre o público e o privado; Enem 2012: O movimento imigratório para o Brasil no século XXI; Enem 2013: Efeitos da implantação da Lei Seca no Brasil; Enem 2014: Publicidade infantil em questão no Brasil; Enem 2015: A persistência da violência contra a mulher na sociedade brasileira; Enem 2016: Caminhos para combater a intolerância religiosa no Brasil e Caminhos para combater o racismo no Brasil – neste ano houve duas aplicações do exame; Enem 2017: Desafios para formação educacional de surdos no Brasil.
    Horário especial
    No dia da primeira etapa do Enem, outros estudantes chegaram bem antes do horário de abertura dos portões para garantir a realização da prova. Na capital do País, vários inscritos, principalmente os que moram em áreas mais distantes do Centro, chegaram bem cedo, por volta de 8h30min.
    Como o horário de verão teve início na madrugada deste domingo, o País está com quatro fusos horários diferentes. Os estudantes das regiões Centro-Oeste, Sudeste e Sul tiveram que adiantar o relógio em uma hora e os participantes das regiões Norte e Nordeste seguem o horário de Brasília. (O SUL)
  • You might also like

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário