• Grêmio vence a Chapecoense e confirma vaga na Libertadores

    Foto: Ricardo Giusti
    O Grêmio venceu a Chapecoense por 2 a 0 neste domingo na Arena e se garantiu matematicamente na Libertadores da América do ano que vem. A vitória ainda serviu para o Tricolor se manter no G4 e se aproximar de Palmeiras e Inter, que tropeçaram na rodada. Cícero e Everton marcaram os gols gremistas no triunfo tranquilo sobre os catarinenses na partida válida pela 35ª rodada do Brasileirão.

    Com a vitória, o Grêmio subiu para 62 pontos e seguiu o quarto lugar. O Tricolor Gaúcho continua com o São Paulo, que também venceu na rodada, na cola. Os paulistas somam os mesmos 62 pontos, mas levam desvantagem no número de vitórias.
    O Grêmio volta a campo na próxima quarta-feira, às 21h45min, para enfrentar o Flamengo no Maracanã em um confronto direto na parte de cima da tabela do Brasileirão. O Rubro-Negro é atualmente o vice-líder, com 66 pontos. Na quinta, o São Paulo também joga no Rio de Janeiro diante do Vasco da Gama.
    O jogo
    Sem poder contar com Paulo Miranda, lesionado, e com Kannemann servindo à seleção argentina, o técnico Renato Portaluppi optou por escalar Marcelo Oliveira como companheiro de zaga de Geromel. A mudança, porém, não foi a única. O treinador ainda promoveu a esperada volta de Léo Moura à lateral direita e as entradas de Alisson e André nas vagas de Ramiro e Jael no setor ofensivo.
    E a equipe montada por Renato funcionou bem. O meio-campo com Michel, Cícero e Jean Pyerre envolveu a Chapecoense. O trio contou com as aproximações de Alisson e Everton e as contantes subidas dos dois laterais para dificultar a marcação catarinenses.
    A primeira chance de gol do Grêmio veio em cobrança de falta aos 9. Jean Pyerre bateu e Jandrei fez a defesa. Em novo lance de bola parada, aos 21, Alisson bateu com perfeição e André subiu mais alto que a defesa, mas cabeceou por cima. O lance anunciou o que viria na sequência.
    O torcedor do Grêmio pôde tirar o grito de gol da garganta aos 23 minutos. Novamente, Alisson bateu bem a falta, mas dessa vez foi Cícero quem apareceu para cabecear. O meio-campista subiu como se fosse um centroavante e mandou sem chances para Jandrei, 1 a 0 na Arena. A vantagem do Grêmio quase aumentou no lance seguinte. Jean Pyerre recebeu na área, dominou com tranquilidade e soltou a bomba para vencer Jandrei, mas o belo gol do garoto acabou anulado por impedimento.
    Jean Pyerre ainda assustou Jandrei mais uma vez aos 31, em chute que passou perto do ângulo direito. Logo depois, Everton também arriscou de fora da área e, dessa vez, a defesa de Jandrei evitou o gol gremista. O Grêmio foi para o intervalo com uma vantagem de 1 a 0, menor do que a superioridade apresentada pelo time ao longo dos primeiros 45 minutos.
    Na tentativa de melhorar seu time, Claudinei Oliveira mandou Capixaba a campo no lugar de Doffo para o segundo tempo. Já Renato Portaluppi manteve os mesmos 11 no Grêmio, que voltou mantendo a superioridade da primeira etapa. Com controle do jogo, o Grêmio foi dando trabalho para Jandrei. Aos 14, Cícero bateu a falta, a bola desviou no caminho, porém o goleiro catarinense conseguiu fazer a defesa. No lance seguinte, Everton mostrou categoria ao dominar no peito e chutar de fora da área, porém, Jandrei estava bem colocado e evitou o gol.
    A Chape foi levar perigo ao gol gremista apenas 15 minutos. Wellington Paulista recebeu na área e arriscou por cobertura. Paulo Victor mostrou segurança e fez sua primeira defesa difícil na partida. Mas o jogo era mesmo do Grêmio, que respondeu. Jean Pyerre fez uma bela jogada e bateu de esquerda. Jandrei, chegou a soltar a bola no primeiro momento, mas pegou firma na sequência evitando o rebote de André.
    Renato Portaluppi fez a primeira mudança no Grêmio aos 20 minutos com Jael no lugar de André, que teve atuação discreta. Na Chape, Claudinei fez a segunda troca com a entrada de Bruno Silva na vaga de Elicarlos. A entrada de Jael deu resultado. Como já havia ocorrido em outras situações, o centroavante entrou no lugar de André e mostrou serviço. Aos 30, o atacante recebeu a bola no meio de campo, deu um lindo passe para Everton, que tocou por cima de Jandrei para marcar o segundo gol e matar o jogo.
    Everton deixou o campo logo após o gol para a entrada de Marinho já por uma ideia de preservação de Renato para o jogo contra o Flamengo, na próxima quarta-feira. Aos 40, Douglas entrou na vaga de Jean Pyerre, que teve mais uma boa atuação. As trocas, porém, tiveram pouca interferência na partida que já estava decidida com o 2 a 0 para o Grêmio.
    Campeonato Brasileiro - 35ª rodada
    Grêmio 2
    Paulo Victor; Léo Moura, Pedro Geromel, Marcelo Oliveira e Cortez; Michel, Cícero; Alisson, Jean Pyerre (Douglas) e Everton (Marinho); André (Jael). Técnico: Renato Portaluppi.
    Chapecoense 0
    Jandrei; Eduardo, Douglas, Fabrício Bruno, Bruno Pacheco; Canderos (Barreto), Elicarlos (Bruno Silva), Márcio Araújo; Doffo (Capixaba), Wellington Paulista e Leandro Pereira. Técnico: Claudinei Oliveira.
    Gols: Cícero (23min/1T), Everton (30min/2T)
    Cartões: André, Marcelo Oliveira (GRE); Bruno Pacheco, Canteros (CHA)
    Árbitro: Leandro Marinho (SP)
    Local: Arena, Porto Alegre.
    Fonte:Correio do Povo
  • You might also like

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário