• O Inter venceu o Fluminense por 2 a 0 e está garantido na fase de grupos da Libertadores

    Foto: Ricardo Duarte
    Em sua última partida do ano no estádio Beira-Rio, o Inter venceu, na noite deste domingo (25), o Fluminense por 2 a 0, com gols do atacante uruguaio Nico López. Com esse placar, o Colorado chegou a 68 pontos no Campeonato Brasileiro, garantindo a terceira colocação (prêmio de R$ 7 milhões) e a vaga na fase de grupos da Copa Libertadores da América do ano que vem.
    Após o apito final do árbitro catarinense Heber Roberto Lopes, a equipe fez uma saudação aos 31.395 torcedores que mais uma vez levaram o seu apoio. Um dos mais jogadores mais festejados foi justamente Nico López, que estufou a rede adversária aos 28 e aos 43 minutos do segundo tempo, ultrapassando Leandro Damião na artilharia do clube na temporada, com 11 gols.
    No domingo que vem, o Saci encerrará a sua participação no torneio diante do lanterna e virtualmente rebaixado Paraná Clube, em Curitiba. O duelo está marcado para as 17h, com transmissão ao vivo pela Rádio Grenal (95.9 FM ou www.radiogrenal.com.br).
    Avaliações
    “Nós lutamos e trabalhamos para buscar o título nacional”, declarou o técnico Odair Hellmann em entrevista coletiva após a partida, na sala de imprensa do clube. “Não foi um ano excepcional, pois não fomos campeões, mas foi excelente porque construímos uma trajetória sólida, com a participação de toda a comissão técnica, dirigentes, funcionários e, é claro, da própria torcida.”
    Antes, o comandante colorado havia sido elogiado pelo meia D’Alessandro, capitão da equipe e um dos destaques da noite no Beira-Rio (foi dele inclusive o longo passe para o segundo gol de Nico Lópéz).
    “Eu tenho que dar o exemplo, afinal estou com 37 anos e aprendi muito neste ano com o Odair, mesmo sendo o primeiro trabalho dele [no comando efetivo do time principal]”, declarou o camisa 10 aos repórteres quando deixava o gramado, sob aplausos. “O Inter ‘encaixou’ muito bem e mostrou um bom trabalho ao longo do campeonato. Coletivamente se mostrou muito forte e, por isso, estamos todos de parabéns.”
    No que se refere ao jogo em si, o ídolo colorado ressaltou a superação diante de um Fluminense que, mesmo em situação preocupante na tabela (em décimo-quarto lugar, ainda corre o risco de rebaixamento), poderia ser perigoso:
    “Foi um jogo difícil, o adversário precisava pontuar e sabíamos que se fecharia, jogar no contra-ataque. Era preciso ter paciência e então o gol do Nico abriu o jogo. O nosso elenco é muito forte. Brigamos até a rodada anterior pelo título, matematicamente. Fizemos um grande campeonato. Quem sabe no ano que vem podemos almejar algo a mais?”.
    Escalações
    O Inter do técnico Odair Hellmann colocou em campo Marcelo Lomba, Fabiano, Iago, Víctor Cuesta, Rodrigo Moledo, Edenílson, Rodrigo Dourado, Patrick (Rossi), D’Alessandro (Camilo), Nico López e Jonatan Álvez (William Pottker).
    Já o Fluminense, sob o comando de Marcelo Oliveira, escalou Rodolfo, Léo, Paulo Ricardo, Digão, Ayrton Lucas, Richard, Fernando Neto (Marcos Junior), Jadson, Junior Dutra, Everaldo (Cabezas) e Luciano.
    Título nacional
    Também nesse domingo, o Palmeiras do técnico Felipão chegou ao título de forma antecipada, fora de casa, ao vencer o Vasco por 1 a 0. Já o Flamengo assegurou o vice-campeonato ao bater o Cruzeiro por 2 a 0, em pleno Mineirão. Já o quarto lugar está com o Grêmio, que empatou em 0 a 0 com o Vitória em Salvador (BA) e agora torce para um tropeço do São Paulo diante do Sport-PE (na noite desta segunda-feira) para se manter no G4. (O SUL)
  • You might also like

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário