China ficou um mês sem importar soja dos Estados Unidos


A China, maior comprador de soja do mundo, não importou nenhum grão da oleaginosa dos Estados Unidos em novembro. Esta foi a primeira vez que isso aconteceu desde o início da guerra comercial entre os dos países. No mesmo período do ano passado, os americanos tinham vendido 4,7 milhões de toneladas aos chineses.

Diante do cenário conflitante, o maior favorecido com a disputa foi o Brasil, que exportou 80% a mais para a China em novembro, em comparação a igual momento do ano passado. Segundo a Administração Geral de Alfândegas e Portos da China, o país asiático comprou 5,07 milhões de toneladas de soja em grão do Brasil em novembro, ante 2,76 milhões em igual período do ano passado.

Em reunião do G-20, grupo que reúne as 20 maiores economias do mundo, no início de dezembro, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump concordou  em suspender durante 90 dias o seu plano de subir de 10% para 25% as tarifas americanas a produtos chineses no valor de US$ 200 bilhões. A expectativa é que representantes das duas potências se encontrem em janeiro para novas discussões comerciais. (Canal Rural)

Postar um comentário

My Instagram

Designed by OddThemes | Distributed by Blogger Themes