Fendt Tratores chega ao Brasil


Maior feira de tecnologia rural da América Latina, e uma das maiores do mundo, a Agrishow chega aos 25 anos na edição de 2019, que tem início hoje, em Ribeirão Preto (SP). E uma das grandes características da feira, que são os grandes lançamentos, terá como destaque neste ano a apresentação de uma nova marca no concorrido mercado brasileiro de tratores. É pela Agrishow que a AGCO está ingressando no Brasil com a Fendt " Ferrari dos Tratores " , com investimento de R$ 150 milhões e previsão de futura instalação de uma fábrica no País. 

Entre as razões para o ingresso no Brasil está o tamanho do mercado e de áreas com potencial de expansão para o agronegócio. É na América Latina que está a maior área futuramente agricultável em todo o mundo - os atuais 144,5 milhões de hectares de de área cultivada podem chegar a 450 milhões de hectares, segundo estudos da empresa. Os mega tratores da marca impressionam pelo porte, potência e recursos tecnológicos - e podem devolver à AGCO a liderança neste segmento, ultrapassada em 2017 pela John Deere. Para o presidente do Sindicato de Máquinas e Implementos Agrícolas do Rio Grande do Sul (Simers), Claudio Bier, o ingresso da Fendt no Brasil se soma a um movimento de fortalecimento dessas duas grandes multinacionais na América Latina, e especialmente por aqui. A Fendt também ingressa no Brasil com o que ela divulga ser a maior plantadeira do País com fertilizante, dotada de 40 linhas de plantio. "Há pouco tempo a John Deere adquiriu a argentina Pla e deve investir para ampliar a presença da marca aqui no Brasil, e AGCO também se movimenta neste mesmo sentido colocando a Fendt na disputa", analisa Bier. A edição da Agrishow 2019, de acordo com os organizadores, deve superar em cerca de 10% as intenções de compra de 2018, mesmo com recursos de linhas de crédito federais como Moderfrota e Inovagro já esgotados. 

A partir de 2020, a marca venderá também no país a colheitadeira Ideal e a plantadeira Momentum. A primeira será produzida na fábrica da AGCO em Santa Rosa, no Rio Grande do Sul, e a segunda, na unidade de Ibirubá, no mesmo estado. Ambas ainda não têm preço definido. Dos R$ 150 milhões investidos, R$ 60 milhões foram usados na adaptação das linhas de produção das duas unidades para a montagem das máquinas. O restante foi aplicado na compra do imóvel em Sorriso e na "tropicalização" dos produtos. 

A colheitadeira possui um sistema de sensores e câmeras que fornece dados ao operador em tempo real. Conectado a um tablet, o recurso permite controlar de fora da cabine o tipo de colheita que será realizada. Foram investidos US$ 250 milhões na concepção dessa máquina, o maior do tipo já feito pela companhia.

Já plantadeira é a maior do mercado com distribuição de fertilizante na linha de plantio, segundo a Fendt. Ela foi totalmente desenvolvida no Brasil e possui uma tecnologia que permite que cada linha mantenha o contato com o solo, independentemente da velocidade ou das variações de terreno, o que possibilita um plantio uniforme. 

Mais Informações sobre a FENDT em https://www.fendt.com/br/index.html

Os números da Agrishow 
A Agrishow 2019 conta mais de 800 marcas expositoras nacionais e internacionais, e deve atrair a Ribeirão Preto mais de 150 mil visitantes

A área da feira foi ampliada de 440 mil metros quadrados para 520 mil m² de área, com destaque para mais espaços para demonstrações de máquinas no campo. (Jornal do Comércio) 



Postar um comentário

My Instagram

Designed by OddThemes | Distributed by Blogger Themes